Coriosodades de Gonçallo de Sousa (c. 1630)

From NAPwiki
Jump to: navigation, search


Background

Coriosodades de Gonçallo de Sousa is a manuscript dating to around 1630 and containing some very interesting lists with shipbuilding information. When analysed together with the one of the Livro de Traças de Carpintaria, it becomes clear that these two texts are copies of the same original. It is currently at Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra with the reference Ms. 3074. It is not yet published. 1


Table of Contents

2 Introdução por Gonçalo de Sousa

3 Capa

4 Poema dedicado ao rei

5 Regra geral para navios de alto bordo de 60 ate 300 toneladas

- 8 Maneira como tirarás a caverna mestra

- 13 Ao navio de 150 toneladas marchante

- 13 Navio de 300 toneladas

14 Caravela de 50 moios

14 Conta das medidas de uma nau da Índia

- 15 Conta da caverna mestra e largura dela às cobertas

- 16 Conta que terás no lançar da primeira coberta e medidas das escotilhas, cordas, pés de carneiro

- 17 Conta como tirarás uma caverna mestra

- 17 Lembranças dos carreiros de curvas da primeira coberta da ordem delas assim de revés como de convés

- 18 Conta de como tirarás a roda de proa e de como a rodarás

- 19 Conta que será no latar e [?] da segunda coberta que tem a dos agasalhos e do assentar da estrinca [e] fazer do sisbordo

- 20 Conta de como tirarás o rodaste de uma nau, ordem para o lançamento deste

- 21 Conta com o encurvar da terceira coberta que é a da bita com assentá-la ao cabrestante grande e agasalhos e assim curvas de revés.

- 21 Para pôr a caverna mestra

- 22 Como hás-de empresar as cavernas

- 22 Conta com o latar da coberta da penta com o encurvar do convés, com o fazer do castelo de proa e gurita ate o acabar

- 23 Maneira de como assentarás as alturas da cinta à popa, da proa e a altura da coberta para a fabricares

- 24 Conta que se há de (fazer digo) ter no fazer da tolda, como [?] do convés e revés ate se acabar

- 25 Maneira como tirarás as firmas da aposturagem redonda e pés de castelo

- 26 Conta como tirarás a forma para a primeira abóbada que cai sobre o leme das cambotas da segunda abóbada.

- 26 Conta de quanto cairá o primeiro virote ao pé do mastro

26 Conta que terás no fazer de uma galé de 24 bancos sotil

- 27 Que terás para tirar a forma da [?] e braço e conta do graminho e cavernas de conto

- 28 Conta que seguirás nas armaduras

- 29 Conta que terás no cintar desta galé.

- 29 Conta que terás com os terços da caverna mestra

- 30 Conta que terás com o alcaixal

- 30 Conta boa dos de fixo entre a faixa e a faixa de tapar

- 31 Conta que terás para a altura da cinta e coberta a que chamam contanal

- 31 Conta que terás no assentar dos buncacetes

33 Regimento da nau da Índia de Gonçalo Rodrigues de 17 rumos

36 Quadro com medias de Quilha, Eslora, Manga e Pontal para vários tamanhos de navios (Medidas em codos? Goas?) 36 Regimento do dito galeão de 14 rumos como tenho dito e tinha mais meio rumo

44 Regimento para bateis, barcos, fragatas, bergantins e esquifes

46 Regimento do batel de 12 goas

46 Regimento para uma fragata até 10 goas

49 Despesas para fazer 12 galeões de 550 toneladas cada um (3 de Agosto de 1627)

56 Lista de artilharia

60 Navios extraordinários que no estado da Índia se costumam armar, de que cá não usamos

62 Aparelhos de um galeão

66 A ordem antiga de guerra que se tinha em companhias de infantaria é a seguinte

76 Regimento dado pelo general Dom António de Ataíde aos capitães da armada

96 Carta régia a Pêro Correa de Lacerda

115 Carta régia a Pêro Correa de Lacerda (Regimento 78)

126 Carta régia a Pêro Correa de Lacerda

144 Carta régia a Pêro Correa de Lacerda

152 Carta de D. António de Oquendo

176 Instrucción y orden que vos nombrado, habéis de guardar en el uso y ejercicio de vuestro oficio por lo que toca al ministerio de la artillería

180 Regimento de capitães mor das naus da Índia no ano de 1629

200 Regimento dos capitães mores

212 Regimento que deu Dom Manuel de Meneses (1626)

222 Resolucao que sua majestade mandou tomar no ano de 1621 na arma de Portugal

224 Relacao de todos os generais e entretenidos

230 Caballeros que vinham na armada de [?]

232 Soldos das companhias da Flandres de Infantaria

Finishes at 238

References

1. Nautical Archaeology Digital Library

Domingues, Francisco Contente, Os navios do mar oceano, Lisbon, Centro de História dos Descobrimentos, 2004.

Xavier, Hernani Amaral, Novos elementos para o estudo da arquitectura naval portuguesa antiga, Lisboa: Academia de Marinha, 1992.

Personal tools