Biblioteca Nacional de Lisboa; Reservados; Caixa 26, nº 153

 

Título da página de rosto: Armadas que partiram para a Índia (1509-1640)

 

 

Nº 1

Anno de 1509

 

       D. Fernando Coutinho, Marichal de Portugal, Capitão-mor de 15 naos, partio a 12 de Março: Capitães Francisco de Sa, Bastião de Sousa d'Elvas, Leonel Coutinho, Ruy Freire, Jorge da Cunha, Francisco de Sousa Mancias, Rodrigo Rebello de Castello branco, Braz Teixeira, Alvaro Fernandez, Jorge Lopes Bixorda, Armador Francisco Coronel armador, Fernão Juzarte, Gomes Freire, Francisco Marecos, que só não passou à India.

       O Marichal meteo de posse do governo da India a Affonso de Albuquerque, e D. Francisco de Almeida se embarcou para o Reino por assim o mandar Sua Alteza.

       Depois de partido o Vice-Rei para o Reino forão o Governador e Marichal com toda a armada sobre Calicut onde desembarcarão e tendo destruida e saqueada a cidade foi morto o Marichal e muitos Capitães e soldados.

       No fim deste anno entregou o Vice-Rei a governança a Affonso de Albuquerque e se veio para o Reino com 3 náos, e foi morto pelos Cafres na Aguada do Saldanha. Este Vice-Rei tomou por força das armas duas cidades populosas na India, fez 3 reis tributarios à Coroa de Portugal, fez as primeiras 4 fortalezas de pedra e cal que os portuguezes tiverão na India; venceo os Turcos do Soldão sobre a cidade de Dio, e desbaratou a sua armada; foi mui valeroso, inteiro na Justiça, despresador da fazenda, e zeloso do serviço de seu Rei.//

 

Nº 2

Anno de 1510

 

       Diogo Mendes de Vasconcelos, Capitão-mor de 4 náos, partio a 12 de Março para ir conquistar Malaca: Capitães Baltasar da Silva, Pero Quaresma, Misser Serniche armador; e no mesmo anno partio por Capitão de 3 caravellas João Sarrão: Capitães Pero de Sousa, Gaspar Cão, e isto para descobrir a Ilha de S. Lourenço, e assentar nella feitoria que não teve effeito.

       Neste mesmo anno Gonçalo de Siqueira, Capitão-mor de 7 náos partio a 16 de Março: Capitães Lourenço Moreno, João de Aveiro, Jorge Nunes de Leão, Lourenço Lopes, Manoel da Cunha, que se perdeo junto a Moçambique, Diogo Lobo de Alvalade.

       Diogo Mendes de Vasconcelos não passou a Malaca como lhe El Rei mandara por lho impedir o Governador Affonso de Albuquerque.//

 

Nº 3

Anno de 1511

 

       D. Garcia de Noronha, Capitão-mor de 6 naos: partio a 25 de Março: Capitães D. Ayres da Gama, Pero Mascarenhas, Christovão de Brito, Jorge de Brito, Manoel de Crasto Alcoforado: Foi Capitão-mor do mar D. Garcia de Noronha, e destas 6 naos so 3 passarão á India, e a náo de Jorge de Brito descubrio o Penedo de São Pedro.

       Neste anno tomou Affonso de Albuquerque Malaca, e em Agosto fez a fortaleza de que foi o 1º Capitão Ruy de Brito Patalim, a que poz o nome da famosa Nossa Senhora da Victoria.//

 

 

Nº 4

1512

 

       Jorge de Mello Pereira, Capitão-mor de 8 naus, e Capitão Garcia de Sousa das outras 4 partio a 25 de Março: Capitães Jorge de Albuquerque, Gonçalo Pereira, Lopo Vaz de Sampaio, Gaspar Pereira, D. João d'Eça, Jorge da Silveira, Simão de Miranda, Francisco Nogueira, Antonio Raposo de Beja, Pero de Albuquerque: a náo de Francisco Nogueira se perdeo nos baixos de Angoja, e salvou-se a gente

       Neste ano se fez a fortaleza de Calicut a que se pos nome Nossa Senhora da Conceição de que foi 1º Capitão Francisco Nogueira.//

 

 

Nº 5

1513

 

       João de Sousa de Lima, Capitão-mor de 4 náos, partio a 20 de Março: Capitães Henrique Nunes de Leão, João de Abreo da Ilha da Madeira, Francisco Correa que desapareceo indo de Moçambique para a India.//

 

 

Nº 6

1514

 

       Christovão de Brito, Capitão-mor de 5 naos: partio a 27 de Março: Capitães Francisco Pereira Rustição, Manuel de Mello, Luiz Dantas, João Sarrão; e neste ano se fez a fortaleza de Coulão, a que se poz o nome São Thome, e foi 1º Capitão e Feitor Heitor Rodrigues.

       Em 2 de Julho do mesmo anno partio Sebastião de Sousa por Capitão mor de 3 navios de que forão Capitães Luiz Figueira, e Pedro Alvares Francez, para fazerem Feitoria na Ilha de São Lourenço, que não teve effeito.//

 

 

Nº 7

1515

 

       O Governador Lopo Soares, Capitão-mor de 15 naos: partio a 7 de Abril: Capitães D. Guterre de Monroy, Castelhano, Simão da Silveira, Alvaro Telles, Diogo Mendes de Vasconcelos, Jorge de Brito Copeiro mor d'El Rei, Fernão Peres de Andrada, D. Aleixo de Menezes, Christovão de Tavora, D. João da Silveira, Alvaro Barreto, Francisco de Tavora, Simão d'Alcáçova, Antonio Lobo Falcão, Jorge Mascarenhas; D. Aleixo foi por Capitão-mor do mar, sobrinho do Governador e nas ausencias tinha poderes de Governador.//

 

 

Nº 8

1516

 

       João da Silveira, Trinchante d'El Rei, Capitão-mor de 5 náos partio a 4 de Abril: Capitães Francisco de Sousa Mancias, Antonio de Lima, Affonso Lopes da Costa, Garcia da Costa. A náo de Antonio de Lima se perdeo na viagem, e a de Francisco de Sousa Mancias, ambas nos baixos de São Lazaro adiante de Moçambique, e o Capitão-mor invernou em Quiloa.

       Em 9 de Janeiro deste anno partio para a India hum navio de aviso de que foi por Capitão e Piloto Diogo de Unhos e voltou ao Reino brevemente em Abril do anno seguinte.//

 

 

Nº 9

1517

 

       Antonio de Saldanha, Capitão-mor de 5 náos, partio a 9 de Abril, Capitães Manuel de Lacerda, Pero Quaresma, D. Tristão de Menezes, Rafael Cataneo Genoves.

       Apos estas náos partirão outras 3 de que era Capitão-mor Fernão de Alcáçova, Capitães João de Torres, Alonso Henriques.

       Neste anno se alevantou Belacem, Mouro Malavar, com 14 parós, e foi o 1º cossairo que houve na India depois do descobrimento dos Portuguezes.

       Este anno fez o Governador Lopo Soares a fortaleza de [algo riscado] Columbo na Ilha de Ceilão a que poz nome Nossa Senhora das Virtudes: Primeiro Capitam D. João da Silveira.

       E neste mesmo anno de 1518 foi Fernão Peres de Andrada com armada á China a 1ª que la passou de Portuguezes, e levou nella o Embaixador, que lá ficou com cartas e presentes para El Rei.

       E neste tempo se fundou o Convento de São Francisco de Goa onde hoje permanece e foi o 1º que houve naquella cidade.//

 

 

Nº 10

1518

 

       O Governador Diogo Lopes de Siqueira, Capitão-mor partio a 27 de Março: Capitães D. Garcia Coutinho, Ruy de Mello Punho, D. Aires da Gama, Garcia de Sal, Sancho de Thoar, Lopo Cabreira, Pero Paulo, D. João de Lima, e João Gomes, Cheira dinheiro.

       Destas 10 náos voltárão 6 ao Reino com carga, e as 4 ficarão na India.

       Na náo em que foi o Governador se embarcou o Governador Lopo Soares.//

 

 

Nº 11

1519

 

       Jorge de Albuquerque, Capitão-mor partio a 23 de Abril: Capitães Francisco da Cunha, o Doutor Pero Nunes, Rafael Perestrello, João Martins de Almada, Diogo Fernandes Beja, Christovão de Mendoça, Lopo de Brito, Pero da Silva: Destas 9 náos voltárão 4 ao Reino com carga, e ficarão na India 5 para andar d'armada.//

 

 

Nº 12

1520

 

       Jorde de Brito, Capitão-mor partio a 6 de Abril: Capitães Ruy Vaz Pereira, Pedro Alvares Francez, Gaspar da Silva, Pero Lopes de Sampaio, Pero Lourenço de Mello, Antonio de Azevedo, Lopo de Azevedo, Pero Paulo, Belchior Marchone, Andre Dias, D. Diogo de Lima, cuja náo arribou ao Reino.//

 

 

Nº 13

1521

 

       O Governador D. Duarte de Menezes filho herdeiro do Conde Prior, Capitão-mor partio a 5 de Abril: Capitães D. Luis de Menezes, João de Mello da Silva, Vicente Gil armador, Francisco Pereira Pestana, António Rico, Martim Affonso de Mello, Vasco Fernandes Coutinho, Pedro Homem, Gonçalo Rodrigues Correa, armador, D. Diogo de Lima de Sepulveda.

       Destas 11 náos voltarão com carga para o Reino 5, as outras ficarão na India, foi por Capitão-mor do mar D. Luis de Menezes.

       Na náo em que foi o Governador se embarcou o Governador Diogo Lopes de Siqueira.//

 

 

Nº 14

1522

 

       Em 15 de Abril partirão 3 naos, e neste anno não houve Capitão-mor Capitães D. Pedro de Castello branco, que só chegou neste anno á India, D. Pedro de Castro, e Diogo de Mello invernarão em Moçambique, e D. Pedro de Castro se perdeo na barra de Goa sobre a amarra e salvou-se a gente.

       Nestas náos foi a nova que a 12 de Dezembro do anno passado faleceu El Rei D. Manoel, e lhe succedera no Reino o Principe D. João seu primogenito, que foi o 3º deste nome.//

 

 

Nº 15

1523

 

       Diogo da Silveira, Capitão-mor partio a 9 de Abril: Capitães Manoel de Macedo, D. Antonio de Almeida, Heitor da Silveira, Pero d'Afonseca, Antonio de Abreo, Simão Sodre da Cunha, que se perdeo entrando em Moçambique.

O Capitão-mor invernou em Moçambique, Heitor da Silveira, e Antonio de Abreo passárão á India no mesmo anno, e Manoel de Macedo, D. Antonio de Almeida, e Pero d'Affonseca invernarão em Chaul, e Simão Sodré em Ormuz.

Nestas náos foi o 2º Bispo de Anel por nome D. Martinho.

Neste anno se largou a fortaleza de Pacem na Ilha de Samatra sendo Capitão della D. Andre Henriques.//

 

 

Nº 16

1524

 

O Conde da Vidigueira, Almirante da India, foi por V. R. e Capitão-mor partio a 9 de Abril. Capitães D. Henrique de Meneses, Pero Mascarenhas, Lopo Vaz de Sampaio, Antonio da Silveira, D. Fernando de Monroy, D. Simão de Meneses, Francisco de Sá, Vedor da Fazenda do Porto para ir fazer a fortaleza na Sunda, Affonso Mexia, Antonio Carvalho, Francisco de Brito: e em Caravellas Christovão Rosado, Lopo Lobo, Ruy Gonçalves, Mossem Gaspar, Pero Velho.

D. Estevão da Gama, filho do V. R. foi Capitão-mor do mar feito por El Rei.

Christovão Rosado, e Francisco de Brito se perderão indo de Moçambique pa a India, e D. Fernando de Monroy de que se salvou toda a gente.

Vindo o V. R. com toda a armada demandar a costa da India na paragem de Dabel antes de ver terra em amanhecendo sem vento tremeo o mar muitas vezes por espaço de huma hora o que deo grande torvação em toda a armada de sorte que cada hum pertendia salvar-se cuidando serem perdidos até que o Almirante declarou o que era dizendo = treme a terra e o mar de nós, e que por isso não arreceassem nada.

 

Na náo em que foi o Conde V. R. embarcou preso por [riscado "ordem d'El Rei"] mandado d'El Rey o Governador D. Duarte de Menezes.

A náo em que vinha por Capitão D. Luis de Menezes irmão do Governador desapareceo na viagem.

Por morte do Conde Vice-Rei succedeo no governo D. Henrique de Menezes.//

 

 

Nº 17

1525

 

Filippe de Castro, Capitão-mor partio a 25 de Abril: Capitães Diogo de Mello, D. Loppo de Almeida, Antonio d'Abreo, Vicente Gil Armador.

No Cabo de Rosalgate se perdeo a náo do Capitão-mor e Antonio de Abreo arribou ao Reino.

Neste anno derrubou o Governador D. Henrique de Menezes a fortaleza de Calicut, e foi Capitão-mor do mar D. Simão de Menezes seu primo.

Por morte do Governador D. Henrique se abrio a 2ª successão [riscado "a"] na qual se achou por Governador da India Pero Mascarenhas, que por estar servindo de Capitão de Malaca, donde não podia vir senão dali a hum anno se abrio a terceira successão para haver de governar quem nella se achasse ate elle vir, que foi Lopo Vaz de Sampaio nono Governador.//

 

 

Nº 18

1526

 

Francisco da Nhaya Capitão-mor de 4 náos: partio a 8 de Abril: Capitães Tristão Vaz da Veiga, Antonio Galvão, Antonio de Abreo, que tinha arribado o anno atraz.//

 

 

Nº 19

1527

 

Manoel de Lacerda Capitão-mor Capitães Aleixo de Abreo, Baltasar da Silva, Gaspar de Paiva, Christovão de Mendoça: o Capitão-mor e Aleixo de Abreo se perderão na Ilha de São Lourenço. Partio em 20 de Março.//

 

 

Nº 20

1528

 

O Governador Nuno da Cunha, Capitão-mor partio a 18 de Abril: Capitães Pero Vaz da Cunha, Antonio de Saldanha, D. Fernando de Lima, Garcia de Sa, D. Fernando d'Eça, Francisco de Mendoça, Simão da Cunha, D. Fernando de Lima e Affonso Vaz Azambujo, que se perdeo na Ilha de João da Nova, e João de Freitas se perdeo no Val das Egoas, Bernardim da Silva se perdeo no parcel de Safala.

A náo do Governador se perdeo na Ilha de S. Lourenço estando sobre ferro, e elle se passou á de seu irmão Pero Vaz da Cunha, e com ella e a de D. Fernando de Lima foi invernar a Mombaça.

Neste anno tomou o Governador Mombaça por guerra e invernou nella, e dahi foi a Ormuz, e Manoel de Macedo partio o 1º de Setembro do mesmo ano foi direito a Ormuz donde veio por terra a Portugal Antonio Tenreiro, e foi o 1º Portuguez que fez esta viagem.

Nessas náos embarcou preso por mandado d'El Rei o Governador Lopo Vaz de Sampaio.//

 

 

Nº 21

1529

 

Diogo da Silveira Capitão-mor partio a 2 de Abril: Capitães Ruy Gomes da Grã, Ruy Mendes de Mesquita, e Henrique Moniz.//

 

 

Nº 22

1530

 

Neste anno não houve Capitão-mor Capitães das naos que partirão em differentes tempos, a saber em 15 de Março, a 3 e 6 de Abril, em 13 de Maio e 3 de Junho: Capitães Fernão Camelo, Manoel de Brito, Luis Alvares de Paiva, Francisco de Sousa Tavares e Pero Lopes de Sampaio.

Neste anno forão duas caravellas: Capitães Duarte d'Affonseca, Diogo d'Affonseca, e partio Vicente Pegado, e Baltazar Gonçalves arribou ao Reino.//

 

 

Nº 23

1531

 

Esta armada partio a 20 de Abril sem Capitão-mor Capitães Achiles Godinho, Diogo Botelho, Janini homem Genovez, Manoel de Macedo, o Corregedor Pero Vaz do Amaral, que arribou ao Reino, e Manoel de Macedo se perdeo detras do Cabo de Comorim em huma Ilha rasa defronte de Calicare.

Neste anno se fundou a fortaleza de Galle, a que se poz o nome de S. Maria do Castello, o 1º Capitão Diogo Pereira.//

 

 

Nº 24

1532

 

D. Estevão da Gama Capitão-mor partio a 10 de Abril: Capitães Pero Vaz do Amaral, Antonio Carvalho, Vicente Gil armador, D. Paulo da Gama.

A náo do Capitão-mor invernou em Moçambique; as mais forão e vierão a salvamento.//

 

 

 

 

 

Nº 25

1533

 

D. João Pereira, Capitão-mor Capitães Lourenço de Paiva, Diogo Brandão, D. Gonçalo Coutinho, Simão da Veiga, Nuno Furtado de Mendoça, D. Francisco de Noronha, o qual desapareceo na volta do Cabo de Boa Esperança.

Neste mesmo ano foi por Capitão-mor D. Pedro de Castello branco, que partio a 3 de Setembro com 12 caravellas grandes e pequenas: Capitães Andre Casco, Nicolao Zuzarte, Antonio Lobo, Baltasar Gonçalves, Leonel de Lima, Heitor de Sousa, Francisco Ferreira, Gonçalo Fernandes de Sousa, Antonio de Sousa, Francisco Fernandes Leme, João de Sousa.//

 

Nº 26

1534

 

       Martim Affonso de Sousa Capitão-mor que tambem o foi do mar feito por El Rei partio a 12 de Março: Capitães Diogo Lopes de Sousa, Tristão Gomes da Mina, Simão Guedes de Sousa, Antonio de Brito.

       Neste anno entregou Sultão Badur, Rei da Cambaya, Baçaim ao Governador com o rendimento de todas as suas terras, que valião de cem mil pardaos de ouro.//

 

Nº 27

1535

 

       Fernão Peres de Andrade, Capitão-mor, partio a 8 de Março: Capitães Thome de Sousa, Fernão de Moraes, Jorge Mascarenhas, Martim de Freitas, Fernão Camelo, Luis Alvares de Paiva.

       Neste anno se fez a fortaleza de Dio de que foi o 1º Capitão Manoel de Sousa, e poz-lhe nome São Thome.//

 

Nº 28

1536

 

        Jorge Cabral, Capitão-mor partio a 10 de Março, Capitães Ambrosio do Rego, Duarte Barreto, Gaspar de Azevedo, Vicente Gil Armador.

       Neste anno se fez o Castello de Crãoganor: o 1º Capitão Diogo Pereira e chamou se São Thiago.//

 

Nº 29

1537

 

       D. Pedro da Silva da Gama, Capitão-mor partio a 12 de Março Capitães D. Fernando de Lima, Martim de Freitas, Jorge de Lima, Lopo Vaz Vogado, e D. Francisco de Lima, que arribou ao Reino, e depois de partidas as náos partirão 5 caravellas, de que forão por Capitães Diogo Lopes de Sousa,  Fernão de Moraes, Aleixo de Sousa, Henrique de Sousa, e Fernando de Crasto.//

 

 

 

 

Nº 30

1538

 

       D. Garcia, Capitão-mor partio a 6 de Abril: Capitães D. João d'Eça, Ruy Lourenço de Tavora, D. Christovão da Gama, Luiz Falcão, Francisco Pereira de Berredo, D. Garcia de Castro, João de Sepulveda, D. João de Castro, D. Francisco de Menezes, e Bernardim da Silveira que se perdeo.

       D. Garcia de Noronha foi por Vice-Rei e na náo em que elle foi se embarcou o Governador Nuno da Cunha, que falleceo de doença na viagem.

       Por morte do Vice-Rei D. Garcia succedeo no governo D. Estevão da Gama.//

 

 

Nº 31

1539

 

       Pero Lopes de Sousa, Capitão-mor partio a 24 de Março, Capitães Simão Sodre, D. Roque Tello, Alvaro Barradas, Antonio de Abreo, Henrique de Sousa, que tinha arribado o anno dantes. O Capitão-mor desapareceo vindo para este Reino. As naos voltarão a salvamento.//

 

Nº 32

1540

 

       O Capitão-mor Francisco de Sousa Tavares partio a 25 de Março: Capitães Vicente Gil Armador, Vicente Lourenço Batevias, e Simão da Veiga. Forão e vierão a salvamento.//

 

Nº 33

1541

 

       Mrtim Affonso de Sousa, Capitão-mor e Governador partio a 7 de Abril: Capitães D. Alvaro de Ataide da Gama, Francisco de Sousa, Alvaro Barradas, e Luiz Cayado, todos invernarão em Moçambique.

       Neste anno vierão os primeiros Padres da Companhia e Francisco Xavier por Superior delles, e a 1ª casa que fundarão foi no Seminario da Santa Fé, Collegio de São Paulo em Goa. A nao do Governador indo para a India na monção de Maio varou na Ilha das Cabras junto a Baçaim. Os mais voltarão a salvamento. Nestas náos veio o Governador D. Estevão da Gama, que succedeo no governo por morte do Vice-Rei D. Garcia de Noronha.//

 

Nº 34

1542

 

       Armada sem Capitão-mor partio a 23 de Abril: Capitães Vicente Gil Armador, Lopo Ferreira, Henrique de Macedo, Fernando Alvares da Cunha, que arribou ao Reino, e Baltasar Jorge se perdeo á tornada na volta da Ilha 3ª os mais forão e vierão a salvamento.//

 

Nº 35

1543

 

       Diogo da Silveira, Capitão-mor partio a 25 de Março, Capitães Simão Sodre, Fernão Alvares da Cunha ( que o anno atras tinha arribado ) D. Roque Tello, e Jacome Tristão que arribarão ao Reino, todos forão e vierão a salvamento.//

 

Nº 36

1544

 

       Fernão Peres de Andrade, Capitão-mor partio a 19 de Abril Capitães Luiz de Calataiud, Simão Peres de Andrade, que arribou ao Reino, Jacome Tristão Armador, e Simão de Mello se perdeo na Bahia Formosa junto a Melinde. Os mais forão e vierão a salvamento.//

 

Nº 37

1545

 

       D. João de Castro, Governador e Capitão-mor partio a 28 de Março: Capitães Simão Peres de Andrade, que tinha arribado o anno atras, Jorge Cabral, D.Manoel da Silveira, D. Jeronimo de Noronha, e Diogo Rebello.

       O Capitão-mor do mar D. Alvaro de Castro foi por El Rei, e filho do Vice-Rei.Todos forão e vierão a salvamento e nestas naos veio Martim Affonso de Sousa que havia sido Governador.//

 

Nº 38

1546

 

       Lourenço Pires de Tavora, Capitão-mor partio a 8 de Abril Capitães D. Manoel de Lima, Alvaro Barradas, Fernão Alvares da Cunha, João Rodrigues Peçanha, e D. João Lobo.

       Em 3 de Dezembro do mesmo ano partio Leonel de Sousa.

       O Capitão-mor chegando a Cochim soube que o Governador estava prestes para ir descercar Dio, foi-se lá direito, e achou-se na batalha, e voltou com todas as naos a salvamento este Reino a salvamento.//

 

Nº 39

1547

 

       D. Francisco de Lima, Capitão-mor partio a sua armada 23 e a 28 de Março, Capitães Francisco de Gouvea, Francisco da Cunha, Misser Bernardo Armador que foi ter a Sacotorá, Balthasar de Sousa Lobo, D. Pedro da Silva da Gama que se perdeo nas Ilhas de Angoxa, e as mais forão e vierão a salvamento.

       Em 22 de Maio de 48 chegou a Goa hum Navio que deste Reino partio de que era. Capitão Pero de Sá pelo qual ElRei D. João mandou ao Governador o titulo de Vice-Rei e que servisse outros 3 annos, e disse que partirão junto com elle outros 2 navios do Reino de que erão Capitães Martim Correa da Silva, e Antonio Pereira.

       E depois disto havião de partir outros 3 de que era Capitão-mor Francisco Barreto que partio a 8 de Outubro Capitães Pero de Mesquita, e D. Heitor Aranha.

       Todos os Navios chegarão à India a salvamento e la ficarão. Por morte do Vice-Rei succedeo no governo Garcia de Sa.//

 

 

 

 

 

Nº 40

1548

 

       D. João Henriques, Capitão-mor partio a 6 de Fevereiro Capitães Aires Moniz Barreto, e Antonio d'Azambuja.

       João de Mendoça, Capitão-mor de tres naos, partio no mesmo anno, Capitães Fernão Alvares da Cunha, e Diogo Rebello.

       Manuel de Mendoça, Capitão-mor de 5 navetas partio no mesmo anno, Capitães Manoel Rodrigues Coutinho, Alvaro de Mendoça, Sebastião de Ataide, e Jorge de Mendoça.//

 

Nº 41

1549

 

       Armada sem Capitão-mor Capitães D. Alvaro de Noronha, Jacome Tristão, Diogo Botelho Pereira, João de Mendoça, e João Ferreira de Barros. Todos forão e vierão a salvamento.  Partio em 20 de Março.//

 

Nº 42

1550

 

       D. Affonso de Noronha Vice-Rei e Capitão-mor partio a 18 de Maio: Capitães D. Diogo de Noronha, que invernou em Moçambique, e depois se foi perder em Mazagão junto a Baçaim D. Jorge de Menezes, Lopo de Sousa que arribou ao Reino, D. Alvaro de Ataide da Gama, que foi haver vista de Pegu em altura de 16 graus pelo que cuidarão os Officiaes que erão os Ilheos Queimados que estão junto a Goa, e foi a Cochim a 26 de Setembro e na volta se perdeo na Terra do Natal em que vinha por Capitam Manoel de Sousa Sepulveda as mais vierão ao Reino a salvamento. Algumas destas náos partirão o 1º de Maio, outras a 2, e D. Alvaro de Ataide a 18 do mesmo.

       Na náo em que foi o Vice-Rei se embarcou o Governador Jorge Cabral que succedeo no governo por morte do Governador Garcia de Sá.//

 

Nº 43

1551

 

       Diogo Lopes de Sousa, Capitão-mor cuja armada partio a 10 e a 17 e a 20 de Março, Capitães D. Jorge de Menezes, que arribou ao Reino, D. Diogo de Almeida, Lopo de Sousa, Aires Moniz Barreto, Jacome de Mello, Francisco Lopes de Sousa, Misser Bernardo Armador, todos voltarão ao Reino a salvamento.//

 

Nº 44

1552

 

       Fernão Soares de Albergaria, Capitão-mor partio a 24 de Março, Capitães Francisco da Cunha, Bras da Silva, Antonio Dias de Figueiredo, D. Jorge de Menezes, que invernou em Moçambique, Antonio Moniz Barreto que se perdeo na Costa da India, mas salvou-se alguma gente. Os mais voltarão ao Reino a salvamento.//

 

 

 

Nº 45

1553

 

       Fernão Alvares Cabral, Capitão-mor partio a 24 de Março: Capitães D. Paio de Noronha que invernou em Moçambique, D. Manoel de Mello que estando para partir se queimou a náo no rio de Lisboa, João Lopes de Sousa. O Capitão-mor se perdeo á volta junto á Terra do Natal onde morreo a gente quasi toda as mais náos vierão ao Reino a salvamento.//

 

Nº 46

1554

 

       O Vice-Rei D. Pedro Masacarenhas partio a 20 de Abril:Capitães Miguel de Castanhoso, Francisco de Gouvea que invernou am Moçambique, Belchior de Sousa, Fernão Gonçalves de Sousa, D. Manuel Tello que arribou á Ilha de São Thome. A náo do Vice-Rei se perdeo na barra de Goa estando meia descarregada. As mais voltarão ao Reino a salvamento.

       A náo de Miguel de Castanhoso, e huma nova que se fez na India em que se embarcou o Vice-Rei D. Afonso porque a de Melchior de Sousa desapareceo á vinda para este Reino A de Francisco de Gouvea invernou em Moçambique. Fernão Gonçalves de Sousa invernou em Mombaça. Por morte do Vice-Rei succedeo no governo Francisco Barreto.//

 

Nº 47

1555

 

       D. Leonardo de Sousa, Capitão-mor partio no 1º de Abril: Capitães Francisco Figueira, Vasco Lourenço de Barbuda, Jacome de Mello, e Francisco Nobre, que se perdeo nos baixos de Pero dos Banhos e a gente se salvou e foi a Cochim no batel, e em huma caravella que fizerão. Jacome de Mello estando surto na Ilha 3ª deo á costa, e as mais voltarão ao Reino.//

 

Nº 48

1556

 

       D. João de Menezes de Siqueira, Capitão-mor partio a 30 de Março, Capitães Jorge de Brito, Pero de Goes, Martim Affonso de Sousa, Antonio Fernandes que invernou no Brasil, e todos voltarão ao Reino a salvamento.//

 

Nº 49

1557

 

       D. Luiz Fernandes de Vasconcelos, Capitão-mor partio a 5 e a 30 de Abril, Capitães Cide de Sousa, Braz da Silva, Antonio Mendes de Crasto, que invernou em Melinde, e voltando se perdeo na Ilha de São Thome, e João Rodrigues Salema de Carvalho que invernou em Moçambique, e tornando para o Reino invernou ahi outras duas vezes e se perdeo a Náo, e o Capitão-mor invernou no Brasil, e voltando para o Reino se perdeo na Ilha de S. Lourenço e se salvou elle no batel com 70 pessoas.//

 

 

 

 

 

 

Nº 50

1558

 

       D. Constantino Vice-Rei e Capitão-mor partio a 7 de Abril; Capitães Aleixo de Sousa Chicharo, Pero Peixoto, Jacome de Mello. A náo do Vice-Rei voltando nella para este Reino João Rodrigues Carvalho arribou a Mçambique, e tornando a fazer viagem se perdeo na Terra do Natal, e a gente se salvou na náo de Francisco Barreto que havia sido Governador da India que invernou em Moçambique, e tornou a Goa, e depois veio a salvamento a este Reino.

       Neste anno tomu o Vice-Rei Damão em 2 de Fevereiro de 1559 a que poz nome Nossa Senhora da Purificação, o 1º Capitão D. Diogo de Noronha, e no mesmo anno tomou a fortaleza de Balsar, o 1º Capitão Alvaro Gonçalves Pinto.

       Nestas naos veio nova que falecera El Rei D. João 3º deste nome em 11 de Junho do anno passado de 1557 succedeo-lhe no Reino seu neto El Rei D. Sebastião 1º deste nome.//

 

Nº 51

1559

 

       Pero Vaz de Siqueira, Capitão-mor partio a 28 de Março, Capitães Francisco de Sousa, Pero de Goes, Luiz Alvares de Sousa, Lisuarte Peres de Andrade, Ruy de Mello da Camara, que arribou ao Reino e Lisuarte Peres de Andrade invernou em Moçambique, os mais voltarão a este Reino a salvamento.//

 

Nº 52

1560

 

       D. Jorge de Sousa, Capitão-mor partio a 20 de Abril, Capitães Vasco Lourenço de Barbuda, Jorge de Macedo, Lourenço de Carvalho, Francisco Figueira de Azevedo, Ruy de Mello da Camara, que o anno atraz havia arribado ao Reino, o qual invernou no Brasil, e tornando a fazer viagem se foi perder na Ilha de Samatra, e Francisco Figueira de Azevedo arribou ao Reino. O Capitão-mor invernou na India e veio o anno seguinte.

       Neste mesmo tempo fez o Vice-Rei a fortaleza de Manar a que poz o nome São Francisco, e passou para ella todos os moradores da fortaleza da pescaria, e Punhicale, e foi o próprio Capitão Manoel Rodrigues Coutinho. Tambem tomou Japhanapatam.//

 

Nº 53

1561

 

       O Conde do Redondo, Vice-Rei e Capitão-mor partio a 9 de Março, Capitães Gonçalo Correa, Manoel Jaques, Rodrigo Alvares Vogado, Francisco Figueira de Azevedo que havia arribado o anno atraz, e foi Capitão-mor do mar D. Francisco Mascarenhas sobrº do Vice-Rei todos voltarão ao Reino a salvamento e veio nesta armada D. Constantino que havia sido Vice-Rei na nao Chagas que elle fez á sua custa.

       Por morte do Conde Vice-Rei succedeo no governo João de Mendoça.//

 

 

 

 

 

Nº 54

1562

 

       D. Jorge Manoel, Capitão-mor partio a 16 de Março, Capitães Fernão Martins Freire, Antonio Mendes de Crasto, Fernão Coutinho, Luis Mendes de Vasconcellos, e D. Pedro de Crasto.

       O Capitão-mor voltando para este Reino desapareceo, as mais voltarão a salvamento.//

 

Nº 55

1563

 

       D. Jorge de Sousa, Capitão-mor partio a 16 de Março: Capitães Diogo Lopes de Lima cuja nao se soçobrou na barra de Goa estando meia carregada, e Vasco Lourenço de Barbuda, e Vasco Fernandes Pimentel, que arribou ao Reino, e Vasco Lourenço depois de estar surto em Goa deo á costa com tormenta; as mais voltarão a este Reino a salvamento.//

 

Nº 56

1564

 

       D. Antão de Noronha, Vice-Rei e Capitão-mor partio a 19 de Março Capitães Francisco Portocarreiro, Damião de Sousa, Antonio Mendes de Crasto; Damião de Sousa arribou á volta a Moçambique, e Francisco Portocarreiro arribou tambem a Moçambique, mas não se perdeo, e voltarão salvamento, e nestas naos veio João de Mendoça que havia succedido no Governo da India por morte do Conde de Redondo.//

 

Nº 57

1565

 

       Francisco de Sá, Capitão-mor partio a 25 de Março, Capitães Bartolomeu de Vasconcellos, Martim Queimado, Pero Peixoto da Silva, cuja nao e a do Capitão-mor voltando para este Reino invernarão em Moçambique, e o mesmo succedeo a Bartolomeu de Vasconcelos que ao entrar da barra se perdeo. As mais vierão a salvamento.//

 

Nº 58

1566

 

       Ruy Gomes da Cunha, Capitão-mor partio a 16 de Março, Capitães D. Diogo Lobo, Andre Bugalho, e Francisco Ferreira. Todas estas naos forão e vierão s salvamento.//

 

Nº 59

1567

 

       João Gomes da Silva, Capitão-mor partio a 18 de Março; Capitães Pero Leitão, Lourenço da Veiga, e Vicente Trigueiros.

       Nestas náos veio por Bispo de Cochim Frei Henrique de Tavora da ordem de S. Domingos e foi ordem para D. Jorge Temudo Bispo de Cochim ser segundo Arcebispo .... [sic] por renunciação do Arcebispo D. Gaspar todas as naos forão e vierão a salvamento.//

 

 

Nº 60

1568

 

       D. Luis de Ataide, Sr. da Casa de Atouguia, Vice-Rei e Capitão-mor partio a 7 de Abril, Capitães Pero Cesar, Antonio Sanches de Gamboa, Damião de Sousa, Manoel Jaques. Na náo do Vice-Rei voltou o Vice-Rei D. Antão que invernou em Moçambique, e o mesmo succedeo á nao de Pero Cesar, e a de Damião de Sousa ficou na India por não poder fazer viagem. D. Antão morreo na viagem, as naos vierão a salvamento.//

 

Nº 61

1569

 

       Filippe Carneiro, Capitão-mor partio a 25 de Março, Capitães Belchior Rebello, Francisco Ferreira, João de Barros, Francisco Ferreira ficou na India, e veio o anno seguinte, e todos voltarão a salvamento.

       A 18 de Abril partio Francisco Barreto que havia sido Governador da India com tres naos para a conquista de Monomotapa. Estas <tres> náos como desembarcou a gente em Moçambique passárão á India e lá ficarão.//

 

Nº 62

1570

 

       Jorge de Mendoça, Capitão-mor partio a 9 de Março, Capitães D. João de Castello branco, Lourenço de Carvalho, Nuno de Mendoça, cujas náos ficarão na India.

       E no mesmo anno partio a 13 de Outubro Manoel de Mesquita em hum Galeão que invernou em Moçambique, e chegou á India em Setembro do anno seguinte, e voltarão todas ao Reino a salvamento.//

 

Nº 63

1571

 

       D. Antonio de Noronha, Vice-Rei e Capitão-mor partio a 17 de Março Capitães Ruy Dias Pereira, Antonio de Valladares, Francisco de Figueiredo, e Antonio Moniz Barreto, provido de Governador de Malaca que não teve effeito por succeder no Governo da India.//

 

Nº 64

1572

 

       Duarte de Mello, Capitão-mor partio a 18 de Março, Capitães Gaspar Henriques, Pero Leitão de Gamboa, Alvaro Barreto.

       O Capitão-mor e Pero Leitão se perderão sem se saber adonde voltando para este Reino as mais vierão a salvamento.//

 

 

 

 

 

 

 

Nº 65

1573

 

       D. Francisco de Sousa, Capitão-mor partio a 9 de Abril, Capitães Antonio Rebello, Quintino de Vasconcellos, Luis d'Alter. E no derradeiro deste anno partio Bartolomeu de Vasconcelos por Capitam de hum navio que invernou em Moçambique.

       O Capitão-mor e Quintino de Vasconcelos á volta invernarão em Moçambique, e Luis de Alter se perdeo no Brasil arribando para este Reino as mais vierão: nestas naos voltou para o Reino D. Antonio de Noronha que havia sido Vice-Rei em dous annos, e ficou governando Antonio Moniz Barreto.//

 

Nº 66

1574

 

       Ambrosio de Aguiar, Capitão-mor partio a 21 de Março, Capitães D. Diogo Rolim, Manoel Pinto Leitão, Diogo Vaz Rodovalho, e Pedro Alvares Correa, todas forão e vierão a salvamento.//

 

Nº 67

1575

 

       D. João de Castello branco, Capitão-mor partio a 14 de Março, Capitães Antonio Rebello, Fernão Boto, e Alvaro Paes forão e vierão a salvamento.//

 

Nº 68

1576

 

       Ruy Lourenço de Tavora, Vice-Rei e Capitão-mor morreo antes de chegar a Moçambique: o Capitão-mor partio a 7 de Março, Capitães D. Jorge de Menezes Baroche, Martim Pereira d'Eça; e outra náo em que hia o Embaixador do Idalcão.

       Em 2 de Março do mesmo anno partio Mathias de Albuquerque para Malaca, e Balthasar Peçanha que se perdeo entrando pela barra de Moçambique, e a nao de Mathias de Albuquerque ficou na India, as mais naos voltarão a este Reino a salvamento.//

 

Nº 69

1577

 

       Pantaleão de Sá, Capitão-mor partio a 27 de Março: Capitães Manoel de Medeiros, Lourenço Soares de Mello, Miguel de Arnide.

       A nao de Manoel de Medeiros se perdeo á vinda para este Reino nos baixos de Pero dos Banhos e se salvou toda a gente, as mais vierão a este Reino a salvamento e nesta armada veio Antonio Moniz Barreto, que havia sido Governador da India, e ficou governando D. Diogo de Menezes.//

 

 

 

 

 

 

 

Nº 70

1577

 

       O Conde Atouguia, Vice-Rei e Capitão-mor partio a 16 de Outubro Capitães Nuno Velho Pereira, João Alvares Soares, em caravela, invernou em Moçambique e chegou á India em 20 de Agosto do anno seguinte, e lá ficarão todas. Achou no governo D. Diogo de Menezes.//

 

Nº 71

1578

 

       Jorge da Silva, Capitão-mor partio a 24 de Março, Capitães Mendo da Mota, Estevão Cavaleiro, e neste mesmo anno partirão em 2 de Fevereiro D. Estevão de Menezes para a India, e João de Mello para Malaca em caravelas, e ambos ficarão na India. Levarão a nova da perda d'El Rei D. Sebastiam em Africa, e ficar levantado por Rei o Cardeal D. Henrique, e as naos voltarão todas a este Reino a salvamento, e nesta armada veio D. Diogo de Menezes que havia sigo Governador da India.//

 

Nº 72

1578

 

       Jorge da Silva, Capitão-mor partio a 24 de Março, Capitães Mendo da Mota, Estevão Cavalleiro.

       Neste mesmo anno em 2 de Outubro partirão duas Caravelas, Capitães D. Estevão de Menezes, para Goa, e João de Mello de Sampaio para Malaca, forão ambas a salvamento, e nestas Caravelas foi a nova da perda d'El Rei D. Sebastião em Africa na batalha de Alcacer, onde morreo a 4 de Agosto deste anno de 1578, e ficar levantado por Rei o Cardeal D. Henrique.

       As náos voltarão todas a este Reino a salvamento, e nesta Armada veio D. Diogo de Menezes, que havia sido Governador da India.//

 

Nº 73

1578

 

       Em 2 de Outubro deste anno partirão duas caravelas Capitães D. Estevão de Menezes para Goa, e João de Mello de Sampaio para Malaca, forão ambas a salvamento.

       Nestas caravelas foi nova da perda del Rei D. Sebastiam na batalha de Alcacer onde morreo a 4 de Agosto de 1578.//

 

Nº 74

1579

 

       João de Saldanha, Capitão-mor partio a 4 de Abril, Capitães Diogo Rodrigues de Carvalho, Pero de Paiva, Estevão Alvo, Rodrigo de Meirelles de Mesquita, cuja nao ficou na India. As mais naos vierão a este Reino a salvamento.//

 

 

 

 

 

 

Nº 75

1580

 

       Manoel de Mello da Cunha, Capitão-mor partio a 3 de Abril, Capitães Gonçalo Coelho, João de Betancor, Manoel Soares de Mello, que arribou a este Reino todas 3 voltarão ao Reino a salvamento entrou em Lisboa com todas as 3 naos estando nella D. Filippe o 1º deste nome.

       Nestas naos foi nova de ser falecido El Rei D. Henrique morreo em o ultimo de Janeiro deste anno, succedeo-lhe El Rey D. Filippe o 1º deste nome.//

 

Nº 76

1581

 

       D. Francisco de Mascarenhas Vice-Rei e Capitão-mor partio a 4 de Abril, Capitães Pero Lopes de Sousa, Manoel de Miranda, João Menelao. E para Malaca hum Galeão de que era Capitão Leonel de Lima, que voltando para este Reino invernou em Moçambique, e não pode fazer viagem.

       A nao de Manoel de Miranda desapareceo á volta e elle ficou na India. Nestas naos veio o Governador Fernão Telles que succedeo ao Conde de Atouguia.//

 

Nº 77

1582

 

       Antonio de Mello de Castro, Capitão-mor comprou a viagem a Pero Peixoto da Silva, partio a 4 de Abril, Capitães Diogo Taveira, Luis Caldeirão, Gonçalo Rodrigues Caldeira, e João da Fonseca para Malaca: O Capitão-mor e João da Fonseca arribarão para este Reino, Diogo Taveira invernou em Moçambique, e dahi voltou com a carga de Leonel de Lima. a [sic] nao de Luis Caldeirão se perdeo no Rio de Quilimane antes de chegar a Moçambique e a gente se salvou em jangadas, e a nao do Capitão-mor arribou ao Reino. Só a nao de Gonçalo Rodrigues Caldeira chegou a Goa a salvamento, e voltou a este Reino o anno seguinte, em sua companhia veio D. Miguel da Gama na sua náo Nossa Senhora das Reliquias por Capitão-mor com todos os poderes e ordenados que tem os que vão deste Reino que lhos deo o Conde de Santa Cruz, que então era Vice-Rei pela falta que havia de naos, e S. Magestade confirmou o que fez o Vice-Rei a D. Miguel < riscado "pela meia"> da Gama pela meia viagem.//

 

Nº 78

1583

 

       Antonio de Mello Castro, que havia arribado, Capitão-mor partio a 8 de Abril, Capitães João Trigueiros, Fernão da Veiga, Baltasar Marcos, Estevão Alvo, e Manoel de Medeiros, que neste mesmo anno partio para Malaca.

       Vindo para este Reino Estevão Alvo lhe deo hum temporal que lhe levou a varanda e a elle e a hum sobrinho que nunca mais apparecerão, e todas as náos vierão a salvamento a este Reino.

       Nestas náos foi por Arcebispo de Goa Frei Vicente da Fonseca, Frade Dominico por ser morto o Arcebispo Frei Henrique de Tavora tambem Frade Dominico.//

 

 

 

 

 

Nº 79

1584

 

       D. Duarte de Menezes, Senhor da Caza de Tarouca, e Capitão-mor  partio a 10 de Abril, Capitães Lourenço Soares de Mello, Gomes Hneriques, Mathias Leite, João Paes Leite, e Affonso Pinheiro Telles em hum Galeão para Malaca.

       A nao de Lourenço Soares de Mello vindo para este Reino desapareceo, e a de Mathias Leite invernou em Moçambique, e veio a salvamento e as mais, e nellas veio o Conde de Santa Cruz, que acabou de Vice-Rei.//

 

Nº 80

1585

 

       Fernão de Mendoça, Capitão-mor partio a 13 de Abril, Capitães Miguel de Abreo, Fernão Cota Falcão, Diogo Taveira, Andre Moreira, e João Gago de Andrade em hum Galeão para Malaca: O Capitão-mor se perdeo nos baixos da Judia, e salvou-se alguma gente, Andre Moreira, e João Gago arribarão a este Reino desaparelhados, e Andre Moreira tornou a fazer viagem. A náo de Miguel de Abreo não fez viagem, e arribou ao Reino, e a de Fernão Cota vindo por Capitão della Reimão Falcão arribou a Moçambique donde ivernou, e ficou por não poder fazer viagem, e voltarão ao Reino a salvamento Diogo Taveira, e Andre Moreira.//

 

Nº 81

1586

 

       D. Jeronimo Coutinho, Capitão-mor partio a 12 de Abril, Capitães João Trigueiros, Miguel de Abreo, Antonio Gomes de Goes, Francisco Cavalleiro, e João Gago de Andrade, que o anno atras tinha arribado. João Trigueiros tomou em Moçambique a carga de Reimão Falcão, e voltou para este Reino e vindo na altura das Ilhas o tomou Francisco Draguez Cossario Inglez. Miguel de Abreo voltou para este Reino e arribou a Ormuz, e por não poder fazer viagem veio a carga della na nao Rosario. A nao de Francisco Cavalleiro se perdeo na barra de Cochim em dando á vella sobrecarregada, e a de Antonio Gomes de Goes se desfez na India por não poder fazer viagem. João Gago de Andrade invernou em Moçambique e dahi veio a Angola a concertar-se por vir desaparelhada, e partindo dahi se veio perder na Ilha de São Thome, salvou-se a gente e parte da fazenda. O Capitão-mor e huma náo que se fez na India vierão a salvamento a este Reino.

       Nestas naos vinha para o Reino o Arcebispo de Goa Fr. Vicente da Fonseca, que morreo antes de chegar a Portugal.

       Neste anno veio da India D. Fernando de Castro que havia sido Capitão de Chaul, em huma nao sua que se chama Nossa Senhora de Guadalupe.//

 

Nº 82

1587

 

       Francisco de Mello, Capitão-mor partio a 26 de Março, Capitães Gaspar de Araujo, Antonio de Barros, Alvaro de Pavia, Heitor Velho, Francisco de Brito Lobato em hum Galeão para Malaca.

       Alvaro de Pavia arribou ao Reino e Francisco de Brito Lobato estando surto na Ilha 3ª se perdeo mas salvou-se a gente e a fazenda.

       Neste anno veio da India D. Pedro de Castro na nao S. João de que era Capitão e 1º que havia sido Capitão de Sofala.//

 

Nº 83

1588

 

       João de Thoar Caminha, Capitão-mor partio o 1º de Abril, Capitães Estevão da Veiga, D. Francisco de Viveiros, Pero Correa, Antonio de Sousa.

       A nao de Estevão da Veiga vindo da India se perdeo abaixo do Cabo das Correntes, salvou-se muita gente e morreo D. Paulo de Lima, e Bernardim de Carvalho, as mais naos vierão a salvamento a este Reino e hua feita na India que o Governador Manoel de Sousa comprou para El Rei.

       Nestas naos forão Breves do Papa a Frei Matheus da Ordem de Christo Bispo de Cochim para ser Arcebispo de Goa, e a Fr. Andre de S. Maria da Ordem de S. Francisco para ser Bispo de Cochim.

       Neste anno mandou El Rei ao Vice-Rei da India que não fizesse merce da sua fazenda aos Capitães mores nem menores das naos da India.//

 

Nº 84

1589

 

       Bernardim Ribeiro Pacheco, Capitão-mor partio a 4 de Abril Capitães D. João da Cunha, Christovão Correa da Silva, Sebastião de Macedo de Carvalho, Christovão Falcão de Sousa.

       D. João da Cunha desapareceo hindo para a India: o Capitão-mor vindo para este Reino errou S. Helena e veio fazer agoada ao Brasil.

       A nao do Capitão-mor á vinda para este Reino pelejou sete dias com 4 naos; e todas vierão a salvamento.//

 

Nº 85

1590

 

       Mathias de Albuquerque Vice-Rei e Capitão-mor partio a 8 de Maio Capitães Alvaro de Paiva, João Lopes de Azevedo, Lopo de Pina, Pero Gonçalves. O Vice-Rei passando o Cabo e cometendo a viagem por fora parecendo ao piloto que se via sinaes das Ilhas de Mamale mas por lhe levantarem levantes se foi na volta de Mascate, e por não poder entrar no Estreito arribou a Sacotora, e por lhe cassarem as amarras estando surto foi invernar a Moçambique donde chegou o 1º de Janeiro de 91 e dahi partio para a India em navios de remo donde chegou em 15 de Maio, e a sua nao foi em Setembro com as da viagem, e voltando nella para este Reino o Governador Manoel de Sousa desapareceo; as outras 4 arribárão todas ao Reino por contrastes que tiverão.

       Em 25 de Outubro deste mesmo anno partio Diogo Pereira Tibao em huma naveta, em 19 de Dezemboº Ruy Gomes Capitão-mor em hum Galeão, e Gaspar Fagundes em huma Caravella. A naveta de Diogo Pereira tomarão os Inglezes ao 3º dia que partio de Lisboa. O Galeão desapareceo. A caravela foi invernar a Moçambique, e em Setembro do anno seguinte foi á India. O Governador Manoel de Sousa Coutinho succedeo ao Vice-Rei D. Duarte de Menezes.//

 

 

 

 

 

 

Nº 86

1591

 

       Fernão de Mendoça segunda vez Capitão-mor partio a 4 de Abril Capitães João Trigueiros, Simão Vaz Tello, Antonio Teixeira de Macedo, Julião de Faria, D. Francisco Mascarenhas em hum galeão para Malaca.

       De todas estas naos só a de João Tigueiros chegou a salvamento a esta cidade. A náo de Julião de Faria ficou na India, e veio no anno de 93. A náo capitania vindo demandar a Ilha do Corvo foi tomada da armada Ingleza, e lançarão a gente em terra. A nao de Antonio Teixeira vindo demandar as Flores e achando ahi a mesma armada por verem que não se podião defender surgirão junto da terra donde se salvou a gente e poserão fogo a náo. A nao de Simão Vaz Tello desapareceo vindo da India.//

 

Nº 87

1592

 

       <riscado "Fernão> Francisco de Mello, Capitão-mor 2ª vez partio a 7 de Abril Capitães Sebastião Gonçalves de Arvellos, Braz Correa, Antonio Rodrigues de Tavora, o Vianez, Luiz de Souto.

       Sebastião Gonçalves de Arvellos arribou ao Reino. A nao de Braz Correa arribou a Moçambique vindo da India. A nao do Capitão-mor por se elle passar na India á nao Chagas, vinha nella por Capitão Julião de Faria, e por fazer muita agoa varou na Aguada de São Braz, e quaso toda a gente se salvou, e forão dahi por terra ao Cabo das Correntes e dahi a Moçambique.

       A náo de Antonio Rodrigues de Tavora foi por fora a Cochim, e vindo da Ilha tendo visto as Ilhas arribou a Vigo e veio a esta cidade de Lisboa a 27 de Fevereiro de 94. O Capitão-mor vinha na nao Chagas feita na India e por lhe quebrar o mastro do traquete com tormenta junto ao Cabo de Boa Eesperança arribou a Moçambique donde invernou, e partindo dahia veio tomar Angola, e á vista do Fayal em vespera de S. João pelejárão com ella tres navios Inglezes, que lhe pegarão fogo com que se queimou toda sem della se salvarem mais de treze homens, trazendo a maior parte da gente das naos Santo Alberto e Nazareth.

 

       Comprou a viagem a D. Manoel Pereira de Murça.//

 

Nº 88

1593

 

       D. Luiz Coutinho, Capitão-mor partio a 4 de Abril, Capitães Antonio Teixeira de Macedo, João Lopes de Azevedo, Lopo de Pina, Pero Gonçalves, cuja nao por não tomar as Ilhas de Santa Elena e Ascenção foi ao Brasil, e estando surta em Pernambuco lhe deo hum temporal com que se perdeo e deo á costa, salvou-se a mor parte da fazenda. A nao de Antonio Teixeira de Macedo arribou a Moçambique e por não estar para fazer viagem para a India em Setembro de 94 e no golfão se foi perder indo-se ao fundo, e a gente se salvou na nao São Paulo, de que era Capitão Sebastião Gonçalves de Arvelos. A nao São Francisco ficou na India e veio no anno de 95. A nao de Lopo de Pina invernou em Sacotorá e foi em Maio á India, e vindo para este Reino no anno de 95 desapareceo. Desta armada so a nao do Capitão-mor veio a este Reino a salvamento neste anno, e a de que foi por Capitão Julião de Faria no anno de 91 que por ficar elle na India veio por Capitão della D. João Pereira que depois foi Conde da Freira, e das Ilhas para a terra pelejou muitos dias com cinco navios Ingleses, e veio a salvamento

 

       Comprou a viagem a D. Christovão de Noronha, o Codorno.//

 

Nº 89

1594

 

       Aires de Miranda, Capitão-mor partio a 30 de Março, Capitão Sebastião Gonçalves de Arvellos, e Luiz de Souto, Sebastião Gonçalves desapareceo vindo da India. Neste anno se fez na India a nao Madre de Deos, de que vinha por Capitão Antonio Teixeira de Macedo e do dia que partio de Goa a hum mez varou no deserto por não ter vigia, salvou-se pouca gente e nenhua fazenda, a do Capitão-mor e a de Luiz de Souto vierão a salvamento.//

 

Nº 90

1595

 

       João de Saldanha, Capitão-mor segunda vez partio a 12 d'Abril Capitães João Rodrigues Carreiro, João Paes Freire, Antonio Carvalho, Gaspar Palha Lobo. O Capitão-mor e João Rodriguez Carreiro desaparecerão vindo para este Reino, João Paes Freire veio a salvamento. Antonio Carvalho indo do Reino invernou em Moçambique. Gaspar Palha passou á India, e voltando para este reino invernou em Moçambique donde se descarregou a nao por não poder fazer viagem e tornou a carga a Goa. Antonio Carvalho voltou ao Reino a salvamento no anno de 97.

       Nestas naos foi por Arcebispo de Goa, por ser morto o Arcebispo Frei Matheus, Frei Aleixo de Menezes da Ordem de Santo Agostinho.//

 

Nº 91

1596

 

       O Conde da Vidigueira, Vice-Rei e Capitão-mor partio a 10 d'Abril Capitães João Gomes da Silva, Luiz da Silva, Gonçalo Tavares de Tavora, e Vasco da Fonseca Coutinho.

       A nao do Vice-REei chegou a Moçambique em 7 de Setembro e por lhe afirmarem os Pilotos que ainda tinha a monção em 25 de Setembro chegou a 10 graus e meio da banda do Norte, 50 legoas da barra de Goa, mas a corrente da agoa o levou a Sacotorá donde arribou a Mombaça e ahi surgio a 4 de Dezembro e dahia partio para a India em fustas de remo, e chegou a Goa a 22 de Maio: e na mesma monção foi a sua nao invernar a Bombaim e estando carregada em Cochim para vir nella Mathias de Albuquerque se lhe pegou o fogo dia de Reis de 98 e ardeo toda sem se salvar cousa alguma, pelo que veio na nao São Martinho da Armada de D. Affonso de Noronha de que era o Capitão Christovão de Siqueira de Alvarenga: A náo de Vasco da Fonseca arribou ao Brasil com o leme quebrado donde carregou de assucares, e vindo para este reino lhe deo hum contraste com que arribou a Porto Rico, e por chegar desbaratada descarregou o que levava e tornando a fazer sua viagem achou hua armada Ingleza na Ilha de São Miguel que a obrigou a varar em terra donde se perdeo em Novembro de 98, as outras tres forão e vierão a salvamento.//

 

Nº 92

1597

 

       D. Affonso de Noronha Capitão-mor partio a 25 de Abril, Capitães Jorge da Silveira de Castello branco, Christovão de Siqueira d'Alvarenga, os quaes forão e vierão a salvamento.//

 

       Comprou a viagem a Fernão de Mendoça que se perdeo duas vezes nos annos de 85 e 91.//

 

Nº 93

1598

 

       D. Jeronimo Coutinho, 2ª vez Capitão-mor partio a 4 de Abril, Capitães João Paes Freire, Sebastião da Costa, Diogo de Sousa, Cosme de Lafetá em hum galeão para Malaca. Estas naos se fizerão á vela a 4 de Abril e surgirão em Belem e depois em Santa Catarina, e não sahirão a barra pela ter tomada huma armada Ingleza, de que era Capitão-mor o Conde Camorlão, e a 14 de Maio tornarão para sima, e desarmarão, e não forão este anno naos á India.

 

       Comprou a viagem a D. Christovão Manoel de Vilhena.//

 

Nº 94

1599

 

       D. Jeronimo Coutinho, Capitão-mor partio a 6 de Fevereiro, Capitães João Paes Freire, Sebastião da Costa, e Diogo de Sousa os quaes forão e vierão todos a salvamento

       No mesmo anno partirão outras 3 naos a 22 de Março de que era Capitão-mor Simão de Mendoça, Capitães João Soares Henriques, e Gaspar Tenreiro.

       A náo de Simão de Mendoça se perdeo na Costa da Cafraria 40 legoas antes de chegar a Moçambique donde elle morreo e a mor parte da gente. João Soares á volta da India por escorrer a Ilha de Santa Elena foi fazer aguada ao Brasil e chegou a Lisboa em Novembro havendo chegado as outras todas em Agosto.

       Neste anno visitou o Arcebispo de Goa D. Frei Aleixo por ordem do Papa a Christandade de São Thome e fez Concilio em que derão obediencia ao Sumo Pontifice Romano.//

 

Nº 95

1600

 

       Aires de Saldanha Vice-Rei e Capitão-mor de 4 naos, partio a 4 de Abril Capitães Fernão Rodrigues de Sa, que morreo antes de chegar a Goa, e na sua nao voltou para este Reino o Conde da Vidigueira Vice-Rei que partio de Goa a 25 de Dezembro e chegou a Lisboa em 27 de Maio de 601 sem amainar vela. Faspar Palha Lobo desapareceo no Val das Egoas: Gonçalo Rodrigues Caldeira chegou a Goa, e por a sua nao não estar para fazer viagem, ficou lá, e veio a gente do mar della na nao de Manoel Pinto Pereira, e a nao em que foi o Vice-Rei partio de Cochim por Capitão della D. Juliano de Noronha, e invernou em Moçambique, e continuando sua viagem o anno seguinte a tomarão os corsarios á vista de Cezimbra. Nestas naos forão Breves para Francisco Rodrigues, Religioso da Companhia ser Bispo de Angamale que he nas serras de Cocim onde habitão os Christaos a que chamão de São Thome.//

 

Nº 96

1601

 

       D. Francisco Tello de Menezes, Capitão-mor de 4 naos partio em 20 de Abril: Capitães Constantino de Menelao, Diogo Pes de Cstello branco: e Miguel de Sousa Pimentel.

       No mesmo anno partio em 11 de Abril Antonio de Mello de Castro por Capitão-mor de 5 galeões, Capitães Francisco de Miranda Henriques; Manoel Paes da Veiga; Jorge de Moura; e Lourenço Pires Carvalho.

       O Capitão-mor D. Francisco Tello, Constantino de Menelao, e Diogo Paes de Castello branco arribarão ao Reino, os mais passarão á India, e voltarão a este Reino a salvamento salvo o Capitão-mor Antonio de Mello de Castro, que o tomarão os inimigos em Santa Elena, e o Galeão de Manoel Paes da Veiga se perdeo em Sacotorá, e salvando-se a gente e fazenda se perdeo a mor parte indo para a India em Fustas.//

 

Nº 97

1602

 

       D. Francisco Tello partio 2ª vez por Capitão-mor de 6 naos: Capitães Sebastião de Macedo de Carvalho, Constantino de Menelao, Vicente de Sousa, Sebastião da Costa, e Diogo Paes de Castello branco, que tinha arribado o anno passado. A náo de Vicente de Sousa ficou na India, e a nao de Sebastião de Macedo invernou la, e veio o anno seguinte, e as mais vierão a salvamento.

       As náos de que erão Capitães Constantino de Menelao, e Diogo Paes de Castellobranco vindo da India arribarão com tormenta a Vigo aonde descarregarão.//

 

Nº 98

1603

 

       Pero Furtado de Mendoça, Capitão-mor de 5 naos partio a 9 de Abril, Capitães Vasco Fernandes Pimentel, despachado em Capitão e Veador da fazenda de Cochim, Pero de Almeida Cabral, Antonio Vaz Salema, e Andre Moreira, todos forão e voltarão a salvamento.

 

       Comprou a viagem a Simão de Mendoça.//

 

Nº 99

1604

 

       D. Martim Affonso de Castro, Vice-Rei e Capitão-mor de 5 naos partio a 29 de Abril, Capitães Braz Telles de Menezes, que estava nomeado por Capitão-mor e por ir o Vice-Rei foi debaixo da sua bandeira, Manoel Barreto Rolim, Francisco do Valle de Moura, e Antonio de Mendoça.

       Braz Telles, Manoel Barreto, e Francisco do Valle arribarão ao Reino. O Vice-Rei invernou em Moçambique, e dali na monção de Maio foi em Fustas á India, e a sua náo na monção de Setembro. A nao de Antonio de Mendoça se foi perder na Costa da Cafraria antes de chegar a Moçambique.

       Neste mesmo anno em 11 de Novembro partirão duas caravellas para a India, Capitães Sabastiam da Costa, e Baltasar Barbosa, ambos arribarão a Lisboa com tormenta, e tornarão a partir a 19 do mesmo mez.//

 

Nº 100

1605

 

       Braz Tedlles de Menezes, Capitão-mor de 7 naos, partio a 27 de Março e teve a sua armada os successos que na folha adiante se declarão, e as naos de Vicente de Brito, e Manoel Telles de Tavora, posto que <riscado "q."> partirão em compara de Alvaro de Carvalho erão da armaada de Braz Telles, e a ella sujeitas, e sendo elle Capitão-mor das naos primeiro se houvera de começar o assento por elle, que por Alvaro de Carvalho, que não foi Capitão-mor mais que de 3 galeões, o seu, os de Manoel Mascarenhas, e D. Francisco de Noronha, que ião para ficar d'armada no mar de Malaca.

 

       Fez a viagem de seu tio Fernão telles que foi Governador da India.//

 

Nº 101

1605

 

       Alvaro de Carvalho, Capitão-mor de 4 galeões, que ficarão na India partio a 9 de Março, e mais hua nao que foi em sua companhia que havia de voltar para o Reino Capitães dos galeões Manoel Mascarenhas Homem, D. Francisco de Noronha, Manoel Telles de Tavora, e da nao foi por Capitão Vicente de Brito de Menezes: todos estes galeões chegarão a salvamento a Goa, e assim a nao de Vicente de Brito que voltou ao Reino o anno seguinte.

       No mesmo anno a 27 de Março partio Braz Telles por Capitão-mor de cinco naos, Capitães D. Francisco de Almeida, Manoel Barreto Rollim, D. João de Menezes Soutomaior, e Pero da Silva: e a 6 de Abril do mesmo anno partio Belchior Rodrigues em hua caravella para alcançar as naos que alcançou na linha e dahi voltou para Portugal e chegou a Lisboa a 18 de Junho do mesmo anno, e todos chegarão á India a salvamento.

       A nao capitania a 7 de Fevereiro de 606 voltando para este Reino por erro do piloto varou na Ilha de São Lourenço, e esteve em seco 14 dias, e no cabo delles <riscado "partio"> sahio com perda de quasi toda a gente; foi invernar a Mombaça, e dahi passou a Goa onde por a nao não poder fazer viagem se passou a outra em que Braz Telles veio o anno seguinte e chegou a Lisboa a salvamento indo primeiro a Vigo com tormenta.

       A nao de que era Capitão Pero da Silva tomou o Vice-Rei D. Martim Affonso de Castro para ir nella a Malaca, e deo-lhe a em que// elle havia ido e partindo de Goa com o Capitão-mor por se apartar delle deo em seco na Ilha de São Lourenço na bahia de São Vicente onde perdeo o leme, voltou a Moçambique onde invernou e se fez outro. Partio dali para o Reino, no Cabo da B. E. perdeo o leme, e foi a Angola fazer outro com que continuou sua viagem até a Ilha 3ª onde chegou em estado que não pode passar adiante, e se descarregou e veio a fazenda em navios da armada de D. Luis Fajardo a Lisboa.

       A nao de que era Capitão Manoel Barreto Rollim partio de Cochim embarcou-se nella o Vice-Rei Aires de Saldanha que faleceo de doença antes de chegar á Ilha 3ª a nao se perdeo nos cachopos a 15 de Setembro de 606, salvou-se pouca gente e nenhuma fazenda.

       A nao de que era Capitão D. João de Menezes Soutomaior tambem partio de Cochim a 16 de Janeiro varou na bahia de Cascaes, salvou-se toda a gente e a nao parte da fazenda.

       A nao de que era Capitão D. Francisco de Almeida por tocar na barra de Moçambique ficou-se concertando em Goa. Partio em Janeiro de 607, tomou Angola, e veio a este Reino a salvamento.

       Nestas naos foi Frei Christovão de Sa, frade de São Jeronimo para Bispo de Malaca por ser morto D. João Ribeiro Gaio e Frei João da Piedade, Frade Dominico para Bispo de Macao// por ser morto o Bispo Frei Leonardo da Ordem de Christo.//

 

Nº 102

1606

 

       D. Jeronimo Coutinho, Capitão-mor de 3 naos, Capitães D. João de Menezes e D. Francisco de Lima em naos para haverem de voltar, e assim mais 7 galeões para ficarem na India: não partio este anno por tomar a barra hua armada Olandeza.

 

       Não tinha viagem, e por sua muita experiencia o antepoz El Rei aos providos.//

 

Nº 103

1607

 

       D. Jeronimo Coutinho, Capitão-mor partio em 5 de Fevereiro com as 3 naos de que erão Capitães os atras nomeados.

       Neste mesmo anno em 17 de Março foi Fr. João Correa de Sousa por Capitão-mor de 2 galeoes e 2 navetas para ficarem na India, e elle e Luis de Brito de Mello nos galeões Jeronimos [sic] Telles Barreto, e Diogo de Sousa nas navetas.

       As 3 naos do Capitão-mor D. Jeronimo Coutinho chegarão a Moçambique a tempo que se havia alevantado dali hua armada Olandeza que o teve de cerco sendo Capitão da fortaleza D. Estevão de Ataide que alcançou delles victoria; e o Capitão-mor com a gente destas naos restaurou as ruinas que o cerco havia feito; e sahindo dahi para a India se perdeo a nao de D. Francisco de Lima de que se perdeo tudo. O Capitão-mor e D. João de Menezes chegarão a Goa a salvamento e do mesmo modo voltarão a este Reino. João Correa de Sousa, e Luis de Brito de Mello chegarão a salvamento a Goa, e na barra se perdeo o galeão de Luis de Brito.

       A naveta de Jeronimo Telles Barreto foi tomada dos Olandezes na costa da India, elle cativo, e morreo vindo para Olanda com outros fidalgos que tambem vinhão cativos.

       A naveta de Diogo de Sousa estando invernada em Moçambique a queimarão os Olandezes quando lhe poserão 2º cerco cerco [sic] no anno de 608.

       Frei Sebastiam de S. Pedro, Frade Agostinho por Bispo de Meliapor.//

 

Nº 104

1608

 

       O Conde da Feira, Vice-Rei e Capitão-mor de 6 naos de carga e 8 galeos para ficarem na India a 29 de Março: Capitães de náos Miguel Correa de Menezes Baharem, D. Luiz de Sousa, Pero de Tovar, Christovão de Siqueira de Alvarenga, D. Pedro Mascarenhas: Capitães de Galeões D. Christovão de Noronha. Almirante de toda esta armada, Francisco Sodre Pereira, Diogo de Sousa de Menezes, Manoel da Silva da Cunha, D. Constantino de Menezes, D. Lopo de Almeida, Manoel de Matos de Almada, e Manoel de Frias.

       O Vice-Rei faleceo na viagem a 15 de Maio, e o seu corpo voltou a este Reino no navio de que era Capitão Manoel de Frias, que chegou a Lisboa a 24 de Julho do mesmo anno. O Almirante passou á nao do Conde, fez Capitão do seu galeão Vicente Monteiro esta nao invernou em Moçambique, e chegou a Goa a 27 de Maio de 609.

       Miguel Correa de Menezes Baharem a 13 de Junho deo em Axem que he na Costa da Mina por erro do piloto, salvou-se a mor parte da gente e todo o dinheiro.

       A nao de D. Luiz de Sousa invernou em Moçambique e dali partio para a India em Abril de 609, estando surta no deserto em bom fundo, em altura de 6 graus da banda do Norte, a desemparou a gente sem haver occasião para isso, e salvou-se della muito pouca pela matarem os Cafres, e nenhua outra cousa.//

       A nao de Pero de Tovar em Setembro do mesmo anno chegou á costa da India 12 legoas da barra de Goa para o norte, alli a mandou queimar o Arcebispo Governador para que a não tomasse hua armada Olandeza, que estava á vista, salvou-se toda a gente, dinheiro, e muita fazenda.

       Christovão de Siqueira de Alvarenga em Outubro do mesmo anno varou na costa da Cafraria 7 legoas antes de Moçambique, salvou-se toda a gente, dinheiro, muita fazenda, e artilheria.

       A nao de D. Pedro Mascarenhas arribou a Lisboa na altura da Ilha da Madeira.

 

 

Successos dos galeões desta armada

 

       O de Vicente Monteiro, o de Diogo de Sousa de Menezes, e D. Lopo de Almeida invernarão em Moçambique e forão em compara da nao capitania a Goa a salvamento em 27 de Maio de 609.

       O de Manoel de Matos de Almada, invernou em Moçambique e foi a Goa no mesmo tempo.

       O de Manoel da Cunha da Silva arribou a Angola e dahi voltou para este Reino e chegou a Lisboa a 23 de Janeiro de 609.

       O de Francisco Sodre Pereira na altura de Moçambique o tomarão tres naos Olandezas.

       O de Constantino de Menezes arribou á Bahia de Todos os Santos a 17 de Julho, no mesmo anno partio para a India, a 4 de Fevereiro de 609 junto do Cabo das Correntes se foi ao fundo, salvou-se no batel o Capitão-mor com pouca gente.//

 

       A 25 de Outubro do mesmo anno partio por Vice-Rei da India Ruy Lourenço de Tavora, do Conselho de Estado de S. Magestade por Capitão-mor de 4 navios e hua caravella, Capitães Estevão Teixeira de Macedo, Gregorio da Costa de Sousa, Andre Salema, e da caravella Manoel de Frias, invernou na Ilha do Ibo com todas estas embarcações, e dali partio a tempo que chegou a barra de Goa o 1º de Setembro de 609. Os navios ficarão todos na India, a caravella voltou para este Reino e por Capitão della o Piloto mor Gaspar Ferreira partio de Goa a 10 de Dezembro de 609 e chegou a Lisboa a 11 de Maio de 610.

       O Vice-Rei achou governando Andre Furtado de Mendoça, que havia 3 mezes succedera no governo ao Arcebispo Frei Aleixo, que tinha succedido ao Vice-Rei D. Martim Affonso de Castro.

 

Nº 105

1609

 

       D. Manoel de Menezes, Capitão-mor de 5 naos partio a 24 de Março, Capitães Manoel Barreto Rolim, Luiz de Bardy, Antonio Barroso, e Ambrosio de Pina. O Capitão-mor foi e veio a salvamento, Manoel Barreto Rolim morreo na altura do Cabo, a nao arribou sem leme a Angola, e dahi voltou para este Reino.

       A nao de Luiz de Bardy ficou na India por não ter carga e veio o anno seguinte e chegou a este Reino a salvamento, e nella se embarcou o Arcebispo D. Frei Aleixo de Menezes, que havia governado aquelle Estado, e vindo das Ilhas Terceiras para terra pelejou valerosamente com 4 naos de cossairos.

       Na nao de Ambrosio de Pina se embarcou Andre Furtado que avia governado 3 vezes, morreo na viagem e o Capitão da nao, e ella veio a salvamento a Lisboa.

       A nao de Antonio Barroso voltando da India para este Reino foi á Bahia de Todos os santos no Brasil, onde se perdeo, mas salvou-se toda a gente e fazenda.

       Neste mesmo anno partio de Goa para este Reino a náo em que ali chegou D. Christovão de Noronha e veio por Capitão della D. Pedro Coutinho e chegou a este Reino a salvamento.

       Andre Furtado avia succedido no governo ao Arcebispo Frei Aleixo de Menezes.//

 

 

 

 

 

 

Nº 106

1610

 

       Luis Mendes de Vasconcellos, Capitão-mor de 3 náos partio para a India a 23 de Março, Capitães João Travassos da Costa, Manoel Telles de Tavora, cuja nao se perdeo na barra de Lisboa ao sahir.

       O Capitão-mor chegou a salvamento partio de Cochim, e voltando para este Reino tomou Angola. João Travassos da Costa foi carregar a Cochim, e partindo dali para este Reino arribou a Goa, onde invernou, e alli morreo. E o Vice-Rei fez Capitão da nao Jacome de Moraes Sarmento que partio em principio de Janeiro de 612 e por lhe quebrar o mastro grande arribou a Moçambique donde partio a 17 de Outubro do mesmo anno, chegou a Lisboa a 7 de Abril de 613 com muita gente morte.

       Nestas naos foi a Fr. Aleixo Arcebispo de Goa o Arcebispado de Braga, e a Frei Christovão de Sá Bispo de Malaca para Arcebispo de Goa, e ao Doutor Gonçalo da Silva, Inquisidor de Goa, para Bispo de Malaca.

       Nestas naos veio D. Frei Aleixo de Menezes, Arcebº de Goa, que avia succedido no governo a D. Martim Affonso de Castro.

 

       Derão-lhe a viagem em dote com sua mulher//

 

Nº 107

1611

 

       D. Antonio de Ataide, Capitão-mor de 3 naos partio a 20 de Março Capitães Antonio de Mendoça. Francisco Correa da Costa: estas tres naos forão juntas a Goa, lá ficou Francisco Correa, e fez o Vice-Rei Capitão Manoel Garro, que morreo antes de chegar a este Reino, onde as naos chegarão todas juntas a 21 de Agosto de 612 e todas tomarão Santa Elena.

       Em 13 de Outubro deste mesmo anno partirão para a India duas caravellas, Capitães Andre Coelho, e Antonio de Abreo, ambos chegarão em Maio a Goa: Antonio de Abreo despachou o Vice-Rei na mesma caravella <algo riscado> com aviso a Malaca, Manilha, e á China, e tudo fez com muita presteza, e satisfação.

       Neste mesmo anno a 18 de Novembro partio Antonio Pinto d'Affonseca em hum galeão com titulo de Visitador, e Provedor das Fortalezas da India, chegou lá a salvamento.

       A 10 de Dezembro do mesmo anno partio para a India João Cortez de Mendoça por Capitão de hum galeão, levou despachos del Rei para D. Jeronimo de Azevedo que servia de General da conquista de Ceilão avia 18 annos succeder no governo da India a Ruy Lourenço de Tavora com titulo de Vice-Rei e que o Capitão de Moçambique despedisse com estes despachos hum navio em direitura a Ceilão como fez, e o galeão chegou a Goa a salvamento.//

 

 

Nº 108

1612

 

       D. Jeronimo de Almeida, Capitão-mor de 3 naos partio a 31 de Março, Capitães de sua compara D. Luiz da Gama, Christovão de Siqueira Alvarenga: o Capitão-mor e Christovão de Siqueira chegarão em Outubro a Goa, dali partirão juntos para este reino onde chegarão a salvamento. Em S. Elena peleijarão com 4 Olandezas de que tiverão vitoria.

       D. Luiz da Gama invernou em Sacotorá, chegou a Goa em 10 de Abril de 613, e por elle ir entrar em Ormuz se embarcou na nao o Vice-Rei Ruy Lourenço de Tavora que chegou a Lisboa a salvamento a 15 de Setembro de 614. Na altura de Cabo de Boa Esperança peleijou com 2 naos Olandezas, e tomou Angola, entregou o governo ao Vice-Rei D. Jeronimo de Azevedo por ordem del Rei.//

 

Nº 109

1613

 

       A 28 de Janeiro partio hum navio para a India com aviso, de que foi por Capitão e piloto Belchior Rodrigues, chegou a Goa a salvamento e do mesmo modo voltou para este Reino e na viagem morreo.

       D. Manoel de Menezes partio a 4 de Abril por Capitão-mor de 4 naos, que já o avia sido o anno de 609, Capitães Paulo Rangel de Castello branco. Manoel de Vasconcellos, e Luiz Furtado de Mendoça. Todas estas 4 naos arribarão a Lisboa em 23 de Agosto do mesmo anno.

 

       Mandou Sua Magestade que comprasse a viagem de Pero de Sá.//

 

Nº 110

1614

 

       D. Manoel Coutinho, Capitão-mor de 5 naos partio a 8 de Abril Capitães os tres que avião partido o anno passado e arribado, e João Soares Henriques: na monção de Setembro do mesmo anno chegarão a Goa o Capitão-mor e Manoel de Vasconcelos <riscado "em"> e a nao de Luis Furtado porque elle morreo na viagem.

       A nao do Capitão-mor por vir aberta varou na Ilha do Faial onde morreo alguma gente, e se perdeo a mor parte da fazenda.

       Na nao de que era Capitão Luis Furtado por morrer vinha por Capitão Manoel de Almada Freire e por fazer muita agoa <riscado "vinha na"> vindo em sua compara o Capitão-mor e a náo de Manoel de Vasconcelos recolherão a gente e a largarão a . . . em altura de . . .  graus da banda do Norte, e se apartarão della sem a verem ir ao fundo dois dias que estiverão á sua vista.

       A nao de João Soares Henriques por erro do piloto varou em huma restinga defronte de Melinde onde se perdeo, mas salvou-se toda a gente, fazenda, e artilheria.

       A nao de que era Capitão Paulo Rangel de Castellobranco invernou em Mombaça e foi a Goa a . . .  de Maio de 615 estando carregada para vir para este Reino no anno seguinte se perdeo na barra de Goa, e não se salvou a fazenda.

       A nao São Filippe veio a salvamento a este Reino, mas muito aberta, com frande damno nas fazendas, e morreo-lhe o Capitão-mor na viagem.//

 

Nº 111

1615

 

       D. Jeronimo Manoel, Capitão-mor de 4 naos partio em 5 de Abril na nao Nossa Senhora da Boa Nova, Capitães Francisco Lopes Carrasco, João Pereira Cortereal, e D. Antonio Tello por não poder tomar a náo (ainda que se embarcou em hua caravela e foi ate a Ilha da Madeira) partio depois por terra.

       D. Antonio Tello chegou por terra a Goa a tempo que se embarcou na sua nao, e veio a este Reino a salvamento e o mesmo aconteceo a nao de Francisco Lopes Carrasco que por ficar na India veio por Capitão della Francisco de Magalhaes, o torto, e a nao de que era Capitão João Pereira Cortereal tambem veio a salvamento por se levantarem alguns homens na nao contra elle enforcou dous e matou hum de estocadas, pello que El Rei lhe fez merce.

       Nestas naos forão Breves para Frei Sebastião, Bispo de Meliapor, ser Bispo de Cochim por aver renunciado o Bispo Frei Andre; e Frei Luis de Brito Frade Agostinho para Bispo de Meliapor.

       A nao do Capitão-mor estando carregada para partir para este Reino em 27 de Janeiro e 616 lhe deo hum temporal que a obrigou a varar na barra de Goa, mas porque foi em vaza não recebeo mais damno que cortar os mastros: partio o anno seguinte e na altura da Ilha das Flores peleijou com 4 navios de Cossairos, e foi surgir na 3ª em 18 de Julho de 617 onde esperou pela nao de que era Capitão Lançarote da Franca Pita da armada de D. Manoel de Menezes e ambas vierão a salvamento.

 

Nº 112

1616

 

       D. Manoel de Menezes, Capitão-mor de 3 naos partio a 25 de Março Capitães de sua companhia Lançarote da Franca Mendoça, que da linha arribou a este Reino e Lançarote da Franca Pita.

       O Capitão-mor entre as Ilhas do Comoro encontrou 4 naos Inglezas com que peleijou alguns dias, e depois de se apartar dellas varou em huma Ilha das do Comoro onde se perdeo a nao, e a fazenda, a alguma gente. O Capitão-mor se foi com a outra em Mombaça e dahi a Goa, e elle voltou a este Reino em hum patacho que veio com aviso em 21 de Junho de 617,

 

       Por arribar o anno de 613 mandou Sua Magestade que tornasse a fazer a viagem de Pero de Sá.//

 

Nº 113

1617

 

       D. João Coutinho, Conde de Redondo Vice-Rei e Capitão-mor de 4 naos e 2 navios partio a 21 de Abril, Capitães das naos Nuno Alvares Botelho, Almirante da armada, Lançarote da Franca Mendoça, que o anno passado arribou, e João Pereira Cortereal, que o anno passado veio da India por Capitão de outra náo.

       Capitães dos navios D. Nuno de Soutomaior, e D. João de Almeida. D. Nuno Souto maior da linha arribou a este Reino.

       Todos chegarão a Goa a salvamento na monção ordinaria.

       D. João de Almeida deixou em Moçambique as munições que levava para a fortaleza, e passou a Goa onde ficou o navio.

       As 4 naos voltarão a salvamento  a este Reino e na em que foi o Conde de Redondo veio D. Jeronimo de Azevedo que acabou de ser Vice-Rei e da nao o levarão preso á Cova do castello.//

 

Nº 114

1618

 

       D. Christovão de Noronha, Capitão-mor de 3 naos e 2 urcas partio a 16 de Abril, Capitães de sua companhia João Rodrigues Roxo Almirante, João Soares Henriques, que já avia ido por Capitão de outra nao no anno de 614 e se perdeo em Melinde.

       D. Luis de Meneses, Capitão de 1 urca, e Manoel Ribeiro da outra.

       Na nao almirante foi o Padre Diogo Valente para Bispo do Japão por ser falecido o Bispo D. Luis Serqueira. As 3 naos chegarão a Goa a salvamento. O Capitão-mor teve hum encontro com . . . naos Inglezas avante do Cabo de Boa Esperança: tomou Cochim e dahi passou a Goa onde o Vice-Rei o mandou prender e desapossar da Capitania e veio preso para este Reino. Diogo de Mendoça Furtado proveo o Vice-Rei na Capitania mor, e veio na nao de João Soares Henriques que faleceo antes de chegar a Goa.

       D. Luis de Menezes faleceo antes de chegar a Goa, e a urca em que elle hia chegou a salvamento.

       A urca em que hia Manoel Ribeiro tomarão os Inglezes que peleijarão com o Capitão-mor e depois de a roubarem a largárão foi tomar Moçambique, onde morreo o Capitão e ella com a mais gente se passou a Goa.

 

       Mandou Sua Magestade que comprasse a viagem de Luis Lobo da Veiga.//

 

Nº 115

1619

 

       D. Francisco de Lima, Capitão-mor de 4 naos na viagem de Pero de Sá de Menezes, que Sua Magestade lhe mandou comprasse: o Capitão-mor Roque Froes, e Francisco Ribeiro partirão a 4 de Abril, e a 29 de Março tinha partido Jeronimo Correa Peixoto. A nao de Roque Froes arribou a esta cidade a 16 de Abril com o mastro grande quebrado. A nao de que era Capitão Jeronimo Correa Peixoto invernou em Moçambique na monção de Maio de 620 partio dali para Goa.

       Rui Freire de Andrade, Capitão-mor de dois galeões e 3 urcas, Capitães  D. João de Almeida Almirante, Francisco de Mello, Pero de Mesquita Pimentel, e Baltasar de Chaves vão para andarem d'armada nos estreitos de Ormuz.

       O Capitão-mor e Francisco Ribeiro voltárão o anno seguinte a este Reino a salvamento.

       Ruy Freire com os seus 5 navios invernou em Moçambique. Partio dali para Ormuz na monção de Maio, na restinga de Melinde se perdeo o navio de que era Capitão Francisco de Mello, salvou-se a gente e a artilheria, e o mais que levava, tirado o casco.

       D. João de Almeida morreo na viagem, Ruy Freire chegou a Ormuz a salvamento com os 4 navios em 15 de Julho de 1620.//

 

Nº 116

1620

 

       Nuno Alvares Botelho, Capitão-mor de quatro naos na viagem que comprou a Pero Cesar d'Eça partio a 31 de Março: Capitães D. Francisco Lobo e Pero de Moraes Sarmento em viagens compradas, Diogo de Mello de Castro em viagem propria.

       Diogo Barradas, Capitão de hum patacho de aviso para Moçambique e Goa: partio em 22 de Fevereiro Filippe da Cruz da Silveira, Capitão de outro patacho de aviso para Malaca partio no mesmo dia Jacome de Moraes Sarmento foi por Capitão-mor de seis navios despachado por Capitão de guerra da fortaleza de Moçambique em quanto durar a conquista das minas de Monomotapa.

       Capitão de outro navio Joze Pinto Pereira estes navios tanto que poserem a gente em Moçambique hão de passar á India para ficarem lá.

       A nao de D. Francisco Lobo arribou a este Reino de 4 graus da banda do Norte e chegou a 17 de Setembro.

       O Capitão-mor invernou em Mombaça, e a nao de que era Capitão Pero de Moraes á entrada da barra de Mombaça tocou e se perdeo, salvando-se a gente, fazenda, e artilheria.

       A nao de que era Capitão-mor Diogo de Mello chegou a Cochim em fim de Novembro e passou logo a Goa onde chegou a 14 de Dezembro. Voltou para este Reino e chegou a salvamento a Santo Amaro.//

 

Nº 117

1621

 

       D. Affonso de Noronha, do Conselho de Estado d'El Rei Nosso Senhor, Vice-Rei e Capitão-mor de 4 naos, e 6 galeões de socorro, já tinha ido á India por Capitão-mor de naos do anno de 97. Partio a 29 de Abril.

       O Vice-Rei se embarcou na nao em que tinha arribado o anno atraz D. Francisco Lobo, que foi por Capitão da mesma nao para voltar nella.

       D. Francisco Henriques, Capitão de outra nao á ida ha de fazer o officio de Almirante, e á vinda de Capitão-mor .

       D. Rodrigo Lobo, Capitão de huma náo em viagem comprada.

       Nuno Pereira Freire, Capitão-mor de outra náo em viagem propria.

 

Capitães dos galeões

 

       Antonio Telles, Almirante delles, Domingos da Camara, Francisco Sodre Pereira, Luis de Moura Rolim, Gonçalo de Siqueira, João Rodrigues da Cunha.

       Estes galeões sahirão desta barra a 11 de Março, e porque ao dia seguinte tiverão huma grande tormenta tornarão a entrar pela barra os cinco delles mui destroçados, o de Luis de Moura esteve perdido na costa e recolheo-se no porto de Setubal sem mastros, ali se concertou e partio para a India em 8 de Abril.

       A 24 de Abril mandou Sua Magestade que 4 galeões destes ficassem para a armada da Costa, e se passasse a gente e mantimentos delles ás náos, e o galeão mais pequeno fosse em compara dellas para levar a Moçambique o mineiro e mais coisas para o lavor das minas. Não chegou mais que a 5 graus da banda// do Norte: esteve sobre os baixos de Santa Anna, arribou a este reino onde chegou com as 4 náos, e galeão de que era Capitão João Rodrigues da Cunha a 6 de <riscado "Feverº"> Outubro de 621.//

 

Nº 118

1622

 

       D. Francisco da Gama, 4º Conde da Vidigueira, 2ª vez Vice-Rei e Capitão-mor de 4 naos partio a 18 de Março de 622. Capitães das outras naos D. Francisco Mascarenhas, Almirante; Nuno Pereira Freire, que o anno passado tinha arribado em companhia de D. Afonso, D. Francisco Lobo. Todos forão em conserva ate passarem a linha o 1º de Maio, e no mesmo dia tiverão vista e falla de Sancho de Thobar da Silva, Capitão-mor de 2 galeões, e 2 patachos que partio de Lisboa a 20 de Março do mesmo anno, e com o galeão de que era Capitão Gonçalo de Siqueira se encontrou com as naos e forão seguindo sua viagem todos em conserva.

       Nos dois patachos erão Capitães Francisco Sodre Pereira que se foi concertar a Cabo Verde de huma agoa que fazia, e continuou sua viage, chegou a Goa, voltou para este Reino o anno seguinte e chegou a salvamento a Peniche, onde descarregou por haver muitos cossairos na Costa. Do outro patacho era Capitão Francisco de Almeida Cardozo que arribou da altura da Ilha da Madeira a este Reino.

       Na volta do Cabo de Santo Agostinho a 9 de Maio se apartou a náo São Thome sem occasião de tempo por ja la ventear muito sem acudir ao sinal que se lhe fez com peça.

       As 3 naos e 2 galeões forão continuando sua derrota e quasi na altura do Cabo a 20 de Junho tiverão vista de 3 naos de inimigos a que derão caça, mas por estarem longe e se fazerem na volta do mar desaparecerão.//

       Em 6 de Julho na Terra do Natal deo hum raio no mastareo grande da nao capitania que queimou parte da bandeira e levou algumas falcas do mastro sem matar, nem ferir nenhuma pessoa passou.

       A 20 de Julho se apartou o galeão de Sancho de Thobar sem occasião nenhuma. A 22 de noite se teve vista de 5 velas de inimigos, e a 23 pelejarão com as 3 náos, e pela náo almirante ficar muito atras e ser á vista de terra onde ha grandes correntes e muitos baixos, e a briga durou ate o sol posto, e passado ella mandou o Vice-Rei dizer ao Almirante pelo Capitão do galeão que se viesse chegando para elle pois o vento era favoravel para o prover do necessario ao que respondeo que os seus Officiaes dizião que não podião ir e que determinava ir varar na Costa, como o fez naquella noite sem obedecer ao segundo recado, que lhe mandou o Vice-Rei que o não fizesse.

       O dia seguinte tornarão os inimigos a plejar [sic] com as naos do Vice-Rei e Francisco Lobo e se continuou na briga com bom successo ate se por o Sol em que os inimigos se fizerão na volta do mar, e as naos e o galeão se meterão na barra de Moçambique pelo parecer ao piloto da <riscado "barra"> náo, e outro que veio de terra que o podião fazer por ser luar muito claro, e por descuido dos Pilotos encalhou a nao Capitania na restinga da Ilha de São Jorge. A nao de D. Francisco tambem encalho, mas destas duas naos se salvou toda a fa//zenda, e artelharia, e os cabedaes del Rei, e das partes.

       Da nao almirante se salvou parte do cabedal del Rei, e nenhum das partes, e ate as orfas del Rei levarão os inimigos e muita outra gente cativa.

       De Moçambique mandou o Vice-Rei o galeão de Gonçalo de Siqueira de soccorro a Ormuz, que não sabia era perdido, com 460 homes de mar e guerra, 28 peças de artilharia, muita emxarcea, breu, coiro; partio a 25 de Agosto chegou a salvamento a Mascate onde foi de grande effeito.

       Apos isto tratou logo o Vice-Rei passar a Goa como o fez elle em hua galeota, e 4 patachos, de que erão Capitão D. Francisco Mascarenhas, Pedro de Thobar, Francisco Peixoto da Silva, Manoel de Araujo de Azevedo partio a 7 de Setembro tornou a arribar a 8 e tornou a <riscado "arribar a 17"> partir a 12. Quando arribou se apartou o patacho de Francisco Peixoto, que foi tomar Ceilão onde forão bem recebidos os soldados que levava pela necessidade que havia delles, e o patacho veio em Janeiro a Goa.

       O Vice-Rei com os 3 patachos em sua compara foi seguindo sua viagem, e chegando á linha forão com a proa a leste ate altura por onde as náos vão deste reino por fóra da Ilha de São Lourenço.

       A 4 de Outubro tiverão vista da Ilha de Callipene que he huma das de Mamalle, e forão continuando sua viagem. A 6 do de manhã [sic] houverão vista de terra na altura de Porqua. O dia d'antes se tinha apartado o patacho de D. Francisco Mascarenhas que foi tomar Coulão e dahi a poucos dias veio a Cochim.

       O Vice-Rei com os outros dois patachos surgiu em Porqua a 6 do mez e por ser o vento contrario não entrou em Cochim senão a 11 onde soube da perda de Ormuz.

       Esta viagem que fez o Vice-Rei de Moçambique para Cochim foi nova e tem-se achado ser de muita importancia porque a todo o tempo se pode fazer.

       O Vice-Rei despachou logo hum patamar avisando o Governador da sua chegada, e que mandasse huma armada de remo como o fez e a 27 de Novembro chegou D. Manoel de Castro Pereira Capitão-mor de 15 sanguiceis, e muitos fidalgos em navios armados á sua custa, e muita quantidade de navios de cafila.

       O Vice-Rei comprou huma naveta a el Rei de Cochim que logo mandou concertar, e a deixou com carga de pimenta, drogas e roupas para vir para o Reino onde chegou a salvamento e por Capitão della Diogo Vaz de Siqueira.

       Em Cochim proveo o Vice-Rei em todas as coisas necessarias e partio para Goa em 6 de Dezembro, veio visitando as fortalezas de Cananor, Mangalor e Barçallor, e Onor, e as proveo do que lhes era necessario. Tanto ávante como o Cabo de Rama chegou Nuno da Cunha em navio// da armada e avisou ao Vice-Rei que na barra de Goa estavão surtas 6 naos inimigas, que com as lanchas havião queimado hum patacho dos que havião ido de Cochim.

       O Vice-Rei chamou a conselho as principais pessoas da armada e posto que houve votos que desembarcasse no Rio do Sal, o Vice-Rei resolveo em o não fazer e ir pela barra á vista dos inimigos como o fez a 17 pela manhã ás 9 horas levando descoberto o farol e desenrolada a bandeira passou a tiro de peça das naos <intercalado "dos"> inimigos. O Vice-Rei foi desembarcar no forte da Aguada e o visitou, e a nao São Thome que estava surta junto a elle que não partio aquelle anno pelos inimigos estarem na barra ate o fim de Março, mas partio o anno seguinte de 624 e veio a salvamento ao Reino.

       O galeão de Sancho de Thobar da Silva estava já em Goa <riscado "já"> quando chegou o Vice-Rei e a 19 lhe entregou o Governador o governo.//

 

Nº 119

1623

 

       D. Antonio Tello, Capitão-mor de 3 naos e 3 galeões, 2 patachos Capitão das naos D. Diogo de Castello-branco Almirante, Francisco Correa da Costa: Capitão dos galeões D. Filippe Mascarenhas Capitão-mor em Santo André, Francisco Borges de Castello Branco Almirante dos galeões, Capitão do galeão Misericordia Bento de Freitas Mascarenhas, no galeão São Simão, Manoel Pessoa de Carvalho, Capitão do patacho Nossa Senhora da Guia, Cosmo Caçam de Brito, Capitão do patacho São Braz.

 

Successo desta Armada

 

       D. Filippe Mascarenhas passou a Goa em Novembro. Á entrada de Moçambique encalhou a nao capitania na mesma restinga em que o anno dantes havia encalhado a nao do Vice-Rei mas por ser mais na ponta do baixo com lhe cortarem o mastro sahio e se concertou em Moçambique onde invernou, e foi em Maio a Goa, voltou para este Reino, e perdeo-se na barra de Lisboa donde se não salvou mais que a gentee.

       D. Diogo de Castello-branco faleceo antes de chegar a Moçambique onde se perdeo a nao com huma tormenta.

       Francisco Correa de Castello branco <falleçeo> antes de chegar a Moçambique onde a sua nao invernou com a mais armada, e foi em Maio a Goa, voltando para este reino por Capitão D. Francisco de sa e por abrir no Cabo de Boa Esperança a levou o Capitão-mor com a mais armada a Santa Helena onde se descarregou toda da fazenda e artelharia, e se repartio pelas outras naos, e a outra forão buscar urcas do Brasil, e só o casco da nao se perdeo.

       O Galeão de Francisco Borges invernou em Moçambique e dali com ordem do Vice-Rei passou a Mascate, e veio depois a Goa.

       O Galeão de Bento de Freitas Mascarenhas se perdeo com tormenta em Moçambique.

       O patacho de Manoel Pessoa tomou-o hua náo inimiga antes de dobrar o Cabo de Boa Esperança e o largou: foi a Moçambique onde invernou, e dali o mandou o Vice-Rei a Mascate em companhia de Francisco Borges indo por Capitão delle Manoel do Prado de Magalhães e por erro do piloto se perdeo na Arabia. O patacho de Cosmo Cação chegou a Moçambique e ali se perdeo antes da tormenta.//

 

Nº 120

1624

 

       Nuno Alvares Botelho, Capitão-mor de 2 naos, 1 galeão de carga e 5 de guerra partio a 25 de Março com ordem de Sua Magestade para ficar na India servindo. O Capitão-mor em huma nao, João de Siqueira Varejão em outra, Sebastião da Costa Valente no galeão de carga. Estas 3 embarcações chegarão a Goa, e voltarão para o reino, onde chegarão salvamento.

 

Capitães dos galeões

 

       João Pereira Corte Real, Almirante da armada, em São Francisco; Francisco de Thobar da Cunha no galeão Conceição; D. Sebastião de Menezes em Santo Antonio, falleceo em Moçambique; Simão do Quintal de Carvalho em São Thiago; Fernão da Costa de Lemos em São Pedro. Esta armada foi sempre junta, tomou Moçambique, e chegou a Goa a 2 de Setembro do mesmo anno, e estes 5 galeões ficarão na India.//

 

Nº 121

1625

 

       Vicente de Brito de Menezes, Capitão-mor de 2 náos, partio de Lisboa a 6 de Abril forão sempre juntas ate Goa, onde chegarão a 5 de Setembro. Não tomarão Moçambique, o Capitam da outra náo João Henriques d'Ayala.

       Voltando para este Reino tomarão a Ilha 3ª e vindo para Lisboa as encontrou hua caravella com ordem dos Governadores para hirem á Corunha, como forão, por se temerem de huma armada que não sahio de Inglaterra. Estando na Corunha estas naos foi-as lá buscar a armada da Costa, de que era General D. Manoel de Menezes, fizerão-se á vela para Lisboa deo-lhes huma tormenta com que se perderão as naos e toda a armada, e se salvou só hum galeão e muito pouca gente.

 

1626

 

       D. Manoel Pereira Coutinho, Capitão-mor de 2 naos e 1 galeão de carga, partio a 14 de Abril Lourenço Peixoto Cirne, Capitão do galeão e Almirante, e Capitão da outra náo Francisco Ribeiro, todos chegárão a Goa a salvamento e voltarão para este Reino onde 2 náos chegarão a salvamento.

       O galeão se apartou dellas, e foi ao Brasil á Bahia de Todos os Santos onde se deteve ate Janeiro de 629 em que chegou a salvamento mas deixou a pimenta e fazenda de partes na Ilha 3ª.//

 

Nº 122

1627

 

       Não partio mais que hua náo e hum patacho, Capitão da nao João de Siqueira Varejão sem titulo de Capitão-mor Capitão do patacho Lourenço Mousinho Barba.

       Chegárão a Goa a salvamento e voltarão para o Reino, e partirão de Goa a 16 de Março. Nesta nao se embarcou o Conde da Vidigueira Vice-Rei onde lhe foi ordem para entregar o governo ao Bispo de Meliapor.

       O patacho se apartou da náo sem occasião em 5 de Maio e foi tomar Pernambuco no Brasil, donde partio para este Reino e foi tomado pelos inimigos, matarão o Capitam e outras pessoas.

       A náo teve 3 meses e meio de tormentas no Cabo de Boa Esperança e o passou a 20 de Setembro, e por haver falta de agoa forão a Angola onde surgirão a 13 de Outubro e dali partirão a 16 de Dezembro e entrarão em Lisboa o derradeiro de Março.

 

       João de Siqueira Varejão comprou esta viagem a D. Rodrigo Lobo.

 

1628

 

       D. Francisco Mascarenhas, Vice-Rei e Capitão-mor de 3 náos partio a 20 de Abril. D. João de Menezes, Alferes mor, Capitão de hua nao, e Almirante Antonio Coelho de Sampaio Capitão de outra nao.

       Levou o Vice-Rei hua caravella para se passar a ella sendo necessario o que não fez e arribou ao Reino com elle Antonio Pinheiro.

       A nao do Alferes mor passou á India, e chegou a Goa a 29 de Novembro.//

       A nao do Alferes mor que só passou a India neste anno chegou a Goa em Novembro do mesmo anno, partio de lá em Março de 629 e chegou a Lisboa em Outubro do mesmo anno. Das Ilhas para a terra falleceo o Alferes mor, e o Inquisidor Francisco Borges de Sousa.//

 

Nº 123

1629

 

       D. Miguel de Noronha, Conde de Linhares, Vice-Rei partio a 3 de Abril, Capitão-mor de 3 naos e 6 galeões para ficarem na India, Capitães das naos Francisco de Mello de Castro, Antonio Pinheiro de Sampaio, que tinha arribado o anno passado, falleceo antes de chegar a Goa.

       Capitães dos galeões Francisco de Sousa de Castro em São Thiago; Luis Martim de Sousa, Santo Antonio; Pedro Rodrigues Botelho em São Francisco; Andre de Vasconcellos de Menezes em Nossa Senhora da Conceição, Andre Velho em São Bartolomeu; Vicente Leitão de Quadros em Santo Estevão.

       Os galeões de Luis Martim de Sousa, Andre Velho, Andre de Vasconcellos, Pedro Rodrigues Botelho chegarão a Goa com o Vice-Rei.

       O galeão de Francisco de Sousa de Castro se foi perder no baixo de João da Nova, e dali se salvou a mor parte da gente, e foi a Moçambique donde mandarão buscar a artilheria, e toda se salvou.

       O galeão de Vicente Leitão de Quadros 60 leguas antes do Cabo veio pedir ao Vice-Rei lhe mandasse salvar a gente e artilheria que se hia o galeão ao fundo. O Vice-Rei lhe não pode acodir, e o galeão não appareceo mais.

 

Successos desta armada

 

       Na monção de Outubro chegárão a salvamento as 3 naos e 4 galeões.

       As 3 naos partirão para este Reino em Março do anno seguinte// e a nao em que havia ido o Vice-Rei chegou a Lisboa a 27 de Setembro de 630.

       A nao do Capitão-mor Francisco de Mello tomou Angola e chegou a Lisboa o 1º de Junho de 631.

       A nao São Gonçalo, Capitão Antonio Pinheiro de Sampaio morreo antes de chegar a Goa e voltou nella por Capitão Fernão Lobo de Menezes que com tormenta arribou a Bahia Formosa e estando nella surta e já concertada para fazer jornada deo á costa com hua tormenta, e da madeira da terra se fizerão 2 patachos em que se meteo a gente e parte da fazenda em hum delles se embarcou o piloto que era da nao, e foi para a India, no outro o Capitão e encontrando a nao Santo Ignacio se passou a ella, e a mais gente e parte da fazenda e largárão o patacho, o que se soube por hum grumete da nao São Gonçalo que da de Santo Ignacio se passou á nao Bom Jesu do Monte Calvario.

       O Capitão Fernão Lobo Falleceo na nao Santo Ignacio antes de chegar a Angola, e disse que na Bahia formosa se alevantára contra elle Roque Borges, casado em Goa, e recolhera a si o piloto, e escrivão da nao com outras pessoas que trazião a mor parte da pedraria, e se não sabe com que intento, nem para onde determinavaão fazer viagem.//

 

Nº 124

1630

 

       Capitão-mor de 2 naos D. Jorge de Almeida, Capitão da outra náo Christovão Borges Corte Real, esta náo sahio da barra a 17 de Abril, e a capitania a 19 do mesmo.

       A nao de Christovão Borges de volta da India chegou a Lisboa a 19 de Outubro de 631 veio com bandeira de Capitão-mor por ficar na India D. Jorge de Almeida, e na sua náo veio por Capitão Antonio de Sousa de Carvalho e tomou Angola em 8 de Agosto de 631 donde partio para este Reino a 9 de Dezembro do mesmo anno: encalhou a nao entre Paço de Arcos no 1º de Abril, salvou-se a gente, artilheria, e alguma fazenda.//

 

Nº 125

1631

 

       Capitão-mor de 2 naos Antonio de Saldanha, filho de João de Saldanha, o Abbade, a quem Sua Magestade fez merce desta viagem e que a fosse logo servir, sem embargo de haver outros providos mais antigos: capitão da outra nao Joze Cabral que a comprou.

       A nao capitania sahio da barra a 18 de Abril, a outra sahio a 19.

       Ambas as naos arribarão e entrarão em Lisboa a 1[9] de Setembro do mesmo anno. Chegarão á vista de Pernambuco, e dahi voltarão para este Reino e morreo em ambas muita gente.

       Em 23 de Novembro de 631 partirão para a India 2 patachos de aviso, Capitão de hum delles Francisco Vaz de Almada, e do outro Cosmo Luiz, Mestre e Piloto. O 1º ficou na India. O 2º veio e por Capitão delle Francisco Ribeiro que servio em Goa de Patrão mor, e chegou a esta barra em 30 de Outubro de 1632.//

 

Nº 126

1632

 

       Capitão-mor Antonio de Saldanha, e Joze Cabreira, que ambos tinhão arribado o anno antes, e Gonçalo Rodrigues da Cunha, Capitão da outra nao. Estando para partir não tiverão tempo para sahir da barra até 13 de Maio, em que se assentou em Conselho de Estado que não partissem por ser tarde, e o tempo estar do mar, e ainda esperarão ate 20 do mez.

       A 4 de Junho do mesmo anno partirão 3 patachos com aviso e socorro para a India, Capitães Manoel Martins Homem, Joze Pinto Pereira, Antonio da Cruz. Joze Pinto Pereira chegou em 11 de Julho de 633.//

 

Nº 127

1633

 

       Antonio de Saldanha, Capitão-mor na nao Saude; Joze Cabreira na nao Belem; Gonçalo Rodrigues da Cunha na nao Sacramento; Antonio de Saldanha chegou com Gonçalo Rodrigues da Cunha a esta barra em 21 de Junho de 635. E nas Caravelas Santo Antonio, Capitão João da Costa foi tomada dos Peckilingues em 15 de Maio de 1634, e a caravela Nossa Senhora da Nazareth, Capitão Amador Lourenço para os Rios de Cuama partio em o dia asima e veio em 19 de Abril de 1636, e a nao Belem se perdeo na terra do Natal em 21 de Junho de 1635.//

 

Nº 128

1634

 

       João de Saldanha na náo Nossa Senhora da Oliveira Capitão-mor morreo na India, veio em seu lugar Thomaz Borralho em 25 de Setembro de 635, e na naveta São Filippe Capitão Thomaz Borralho, Galeão São Francisco de Borja Capitão Luis de Castanheda de Vasconcelos estas embarcações ficarão na India.//

 

Nº 129

1635

 

       Pedro da Silva, Vice-Rei na nao N. Senhora da Saude e nella por Capitão-mor Antonio Telles da Silva, partio em 12 de Abril, foi a Malaca onde descarregou, chegou a 14 de Dezembro de 636, e a nao Santa Catharina Luis de Castanheda de Vasconcellos que se perdeo na Roqua junto ao Guincho em 2 de Novembro de 636, e o patacho Nossa Senhora da Conceição foi queimado pelos Mouros no Rio das Maçãs em 17 de Dezembro de 637. A nao Saude ficou em Malaca.//

 

Nº 130

1636

 

       Gonçalo de Barros da Silva, Capitão-mor na nao São João de Deos, queimou-se desastradamente dando crena na barra de Goa; Antonio de Araujo Moguemez arribou em 21 de Maio na nao Nossa Senhora da Oliveira de Guimarães.//

 

Nº 131

1637

 

       João de Mello, Capitão-mor da nao Nossa Senhora da Oliveira de Guimarães veio em 5 de Maio de 639 e em seu lugar Gonçalo de Barros da Silva: e no Patacho Nossa Senhora dos Remedios que estava para ir aos Rios de Cuama Capitão Aires de Sousa da Silva.

       Neste anno veio de Cochim a naveta Santa Maria Madre de Deus em 3 de Maio e por Capitão della Luis de Freitas de Macedo.//

 

Nº 132

1638

 

       O Capitão mor João Soares Vivas no galeão São Bento, e em Nossa Senhora da Conceição Almirante João Cardoso de Almeida.//

 

Nº 133

1639

 

       Diogo de Mendoça Furtado, Capitão-mor do galeão Santo Antonio arribou em 15 de Outubro e na nao Nossa Senhora do Rosario Manoel Rangel de Castellobranco arribou a Setubal em 24 de Outubro do dito anno.//

 

Nº 134

1640

 

       João da Silva Tello de Menezes, Conde de Aveiras, Vice-Rei no galeão Santo Antonio, João de Siqueira Varejão na nao Atalaia, Capitão-mor e Pedro de Almeida Cabral em Nossa Senhora da Rosa e Almas; Luis Ribeiro Pereira na naveta S. Maria Madre de Deus e na caravela Nossa Senhora da Nazareth João da Costa, e na caravela Nossa Senhora da Oliveira e Santo Antonio Francisco Cabral, as naos chegarão a Goa em 24 de Agosto, e a caravela Nazareth chegou aqui em 15 de Maio de 641, e a Oliveira e Santo Antonio em 7 de Julho de 641.//

 

       Nenhuma cousa descobre mais para quanto he huma pessoa, que Cargo de superioridade, e independencia. Vida debaixo de obediencia, he luz encuberta, de que pouco se sabe. Prelacia he luz sobre castiçal, de que todos julgão. Frei Luiz de Sousa, Historia de São Domingos tomo 2º pagina 318.//

 

Joze Roberto Vidal da Gama

       Ministro adjunto ao Conselho de Justiça do Conselho de Geurra

       Conselheiro da Fazenda //

 

 

 

Citation Information:

Paulo Guinote,
2003, India Route Proje
ct: Armadas que partiram para a Índia (1509-1640), World Wide Web, URL, http://nautarch.tamu.edu/shiplab/, Nautical Archaeology Program, Texas A&M University.