Lagos 2006 Summer School


 

Memorandum of Agreement

Between
Câmara Municipal de Lagos
Portugal

And

the Department of Anthropology
Texas A&M University
College Station, Texas, USA



Purpose
The Câmara Municipal de Lagos CML and the Nautical Archaeology Program of the Department of Anthropology at Texas A&M University (NAP) desire to work closely together to:
1. establish and advance a strategic alliance;
2. take advantage of expertise, capabilities and means possessed by the other organization; and
3. jointly pursue endeavors of mutual interest. This Memorandum of Agreement represents one means of advancing those desires.
4. each entity agrees to collaborate in research in the area of nautical archaeology in accordance with the attached intellectual property rights and sponsored projects.
The commitments made by both CML and NAP as part of this specific Agreement are specified herein. Endorsement of this Agreement by both CML and NAP does not imply agreement or endorsement by either party of activities or positions not specified in this Agreement.

Objective
The principal objective of this Memorandum of Agreement is the study, protection and divulgation of Lagos' maritime cultural heritage, specifically in what pertains to the period of the Iberian expansion overseas.

Period of Agreement
This Agreement is in effect from the date of signing until through December 31, 2008. By mutual agreement, it may be extended beyond the termination date. With 120 days notice, either party may terminate the Agreement.

CML Commitment to NAP
As part of this Memorandum of Agreement, CML agrees to the following.
1. For all matters pertaining to this Agreement, the principal point of contact will be the President of CML.
2. Each year CML will try to provide lodging and food for a team of four or five NAP students in Lagos, for a period of no less than two weeks.
3. CML will actively try to pursue extra funding for research projects by co-writing grants with NAP students and faculty in order to develop independent projects within the scope of this Memorandum.

NAP Commitment to CML
As part of this Memorandum of Agreement, NAP agrees to the following.
1. When mutually beneficial, NAP members will give priority to including CML as a partner when developing and submitting proposals for research work.
2. Each year NAP will try to provide a team of four or five NAP students to work in Lagos, for a period of no less than two weeks.
3. When mutually beneficial, CML can use NAP projects in the CML Museum.
4. When mutually beneficial NAP members will give priority to CML as a partner in all publications pertaining to work developed within the scope of this Memorandum.
During this three-year agreement all provisions are subject to renegotiation.

Capitalize on Strategic Alliance
CML and NAP will actively look for other opportunities to work together to advance common interests in addition to those specified in this Agreement.
This Agreement is strongly endorsed and supported by both CML and NAP.



_________________________ __________________________
Dr. Robert M. Gates Dr. Júlio Monteiro Barroso
President, Texas A&M University President of CML
Date: ______________ Date: ________________



_________________________
Dr. Emily Y. Ashworth
Associate Vice President,
International Programs
Date: ______________



_________________________

Department Head, Anthropology
Date: _______________


 

Protocolo de Colaboração

Entre a
Câmara Municipal de Lagos
Portugal

e o

Department of Anthropology
Texas A&M University
College Station, Texas, USA



Objectivos gerais
A Câmara Municipal de Lagos [CML] e o Nautical Archaeology Program do Department of Anthropology da Texas A&M University [NAP] pretendem trabalhar em conjunto para:
1. Estabelecer e implementar uma aliança estratégica;
2. Tirar partido da especialização, capacidades e meios possuídos pela outra parte; e
3. Desenvolver conjuntamente empreendimentos de interesse mútuo. Este Protocolo de Colaboração representa uma das formas de implementar essas pretensões.
4. Ambas as entidades aceitam colaborar em investigação na área da arqueologia náutica, respeitando as definições em anexo relativas a direitos de propriedade intelectual e projectos apoiados.

As obrigações da CML e do NAP relativas a este Protocolo de Cooperação são adiante especificadas. A aceitação deste Protocolo de Colaboração pela CML e pelo NAP não implica a aceitação de, ou a concordância com, por qualquer das partes, de actividades ou posições não especificadas no presente Protocolo.


Objectivo específico
O principal objectivo deste Protocolo de Colaboração é o estudo, a protecção e a divulgação da herança cultural marítima de Lagos, especialmente no que respeita ao período da expansão ultramarina ibérica.


Duração do Protocolo
Este Protocolo entra em vigor na data da respectiva assinatura e mantém-se em vigor até 31 de Dezembro de 2008. Por consentimento mútuo poderá ser prorrogado para além desta última data. Qualquer das partes poderá cessar o Protocolo, mediante aviso prévio de 120 dias.


Obrigações da CML para como o NAP
Como parte deste Protocolo, a CML concorda com o seguinte:
1. Para todos os assuntos relacionados com este Protocolo, o principal ponto de contacto será o Presidente da CML.
2. Todos os anos a CML tentará fornecer alojamento e alimentação em Lagos a um grupo de quarto ou cinco estudantes do NAP, por um período não inferior a duas semanas.
3. A CML tentará activamente encontrar formas de financiamento exteriores para projectos de investigação, associando-se aos pedidos de financiamento elaborados por estudantes e professores do NAP para desenvolvimento de projectos independentes que se enquadrem no âmbito deste protocolo.

Obrigações do NAP para com a CML
Como parte deste Protocolo, o NAP concorda com o seguinte:
1. Quando tal for mutuamente vantajoso, os membros do NAP, no desenvolvimento e apresentação de propostas de trabalhos de investigação, darão prioridade à inclusão da CML como parceira.
2. Todos os anos o NAP tentará disponibilizar um grupo de quarto ou cinco estudantes do NAP para trabalharem em Lagos, por um período não inferior a duas semanas.
3. Quando tal for mutuamente vantajoso, a CML poderá utilizar projectos do NAP no Plano Museológico da CML.
4. Quando tal for mutuamente vantajoso, os membros do NAP darão prioridade à CML como parceira em todas as publicações relacionadas com o trabalho desenvolvido no âmbito do presente Protocolo.

Durante os três anos de duração deste Protocolo, todos os seus termos estão sujeitos a renegociação.


Capitalizar uma Aliança Estratégica
A CML e o NAP procurarão activamente outras oportunidades de trabalhar em conjunto na prossecução de interesses comuns, para além daqueles especificados no presente Protocolo.

Este Protocolo é efectivamente aceite e apoiado tanto pela CML como pelo NAP.



_________________________ __________________________
Dr. Robert M. Gates Dr. Júlio Monteiro Barroso
President, Texas A&M University Presidente da CML
Data: ______________ Data: ________________



_________________________
Dr. Emily Y. Ashworth
Associate Vice President,
International Programs
Data: ______________